PODER

Senado aprova indicação de Jorge Oliveira ao TCU

Secretário-geral da Presidência foi indicado ao cargo por Jair Bolsonaro. Ele vai assumir cadeira hoje ocupada por José Múcio

Sarah Teófilo
Jorge Vasconcellos
postado em 20/10/2020 18:35
 (crédito: Minervino Junior/CB/D.A Press)
(crédito: Minervino Junior/CB/D.A Press)

O plenário do Senado Federal aprovou, nesta terça-feira (20/10), a indicação do secretário-geral da Presidência da República, Jorge Oliveira, a uma cadeira no Tribunal de Contas da União (TCU). Foram 53 votos favoráveis e sete votos contrários. Ele foi indicado ao cargo pelo presidente Jair Bolsonaro, que tem a prerrogativa. Mais cedo, Oliveira foi aprovado na Comissão de Assuntos Econômicos (CAE) após uma sabatina.

O secretário-geral vai ocupar a vaga que será aberta em 31 de dezembro com a aposentadoria do ministro José Múcio Monteiro Filho, atual presidente do TCU, anunciada por ele em 7 de outubro. Já no dia seguinte, Bolsonaro enviou ao Senado a indicação de Oliveira.

A medida causou polêmica pelo fato de a indicação ter sido feita antes da abertura da vaga. Um mandado de segurança foi apresentado ao Supremo Tribunal Federal (STF) pelo senador Alessandro Vieira (Cidadania-SE), que pede a suspensão da indicação do ministro.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação