Eleições 2022

Mourão sobre Bolsonaro: "Tudo indica que ele não me quer como vice"

General já reconhece que não deve compor chapa do presidente na disputa pela reeleição em 2022

Augusto Fernandes
postado em 10/05/2021 16:54 / atualizado em 10/05/2021 16:54

O vice-presidente da República, Hamilton Mourão, admitiu que não deve ser escolhido pelo presidente Jair Bolsonaro para compor a chapa do mandatário nas eleições do ano que vem.

Em entrevista ao portal UOL nesta segunda-feira (10/5), o general reconheceu que "tudo indica que ele não me quer como vice". "Mas eu também não vou morrer por causa disso. Eu continuo a ser general da reserva, a minha rede do posto 6 está pronta, me aguardando. Então, a vida continua", comentou Mourão.

Não foi a primeira vez que Mourão abordou a possibilidade de ser preterido por Bolsonaro. Isso porque, desde o segundo semestre do ano passado, os dois têm passado por uma série de desentendimentos. A quantidade de reuniões entre os dois diminuiu e, em determinadas ocasiões, o presidente chegou a rebater publicamente declarações dadas pelo vice.

Mesmo diante da perspectiva de ficar de fora da chapa de Bolsonaro, Mourão evitou falar se vai concorrer a algum outro cargo público nas eleições do próximo ano. "Por enquanto, acompanho o presidente Bolsonaro. Eu fui eleito para ser vice-presidente dele até 31 de dezembro do ano que vem", destacou.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

CONTINUE LENDO SOBRE