CORONAVAC

Bolsonaro defende Pazuello: "Agora inventaram a corrupção por pensamento"

Presidente minimiza episódio em que ex-ministro negociou compra da CoronaVac com terceiros."Se tivesse tratando de corrupção, não ia ter vídeo", disse

Ingrid Soares
postado em 19/07/2021 14:05
 (crédito:  Miguel Schincariol/AFP)
(crédito: Miguel Schincariol/AFP)

O presidente Jair Bolsonaro minimizou nesta segunda-feira (19/7) as denúncias envolvendo o ex-ministro da Saúde Eduardo Pazuello e voltou a defendê-lo. A apoiadores na saída do Palácio da Alvorada, ele ironizou que a Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da covid-19 inventou a "corrupção por pensamento".

"Tem essa CPI dos três patetas, três patetas não. CPI do três otários. Tentam de toda maneira colar: "Ah, mas o Pazuello conversou com empresário". Pô, se tivesse tratando de corrupção, pessoal, não ia ter vídeo, meu Deus do céu. Seria num porão ou seria num canto qualquer", reclamou o presidente.

"O tempo todo tentando, "Ah, mas ele pensou em se corromper". Sabe o que estou pensando sobre você? (Disse, dirigindo-se a um apoiador). Alguém sabe? Agora inventaram a corrupção por pensamento. Aqui em Brasília é capital federal. Vem todo tipo de gente para fazer lobby. E você pode ver essa última narrativa agora: "Mas Pazuello conversou com empresário”. Eu converso quase todo dia com empresário. Se é crime, eu sou criminoso", continuou Bolsonaro.

O general Pazuello se comprometeu a assinar um contrato para adquirir 30 milhões de doses da vacina chinesa Coronavac, do laboratório Sinovac, com intermediadores e por quase o triplo do valor da mesma vacina ofertada pelo Instituto Butantan.

No domingo (18/7), o presidente já tinha defendido o ex-ministro da Saúde, afirmando que que o governo não negociou com picaretas. "Agora, acredita quem quiser. O nosso governo não gastou um centavo com picareta. Parabéns ao Pazuello".

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

CONTINUE LENDO SOBRE