Auxílio Brasil

Bolsonaro diz que Bolsa Família não deve ter aumento de 100%

"Nós acertamos, aqui, no mínimo, 50% de reajuste no Bolsa Família. Nós queremos 100%, mas temos que ter responsabilidade. A economia não pode quebrar", afirmou o presidente nesta segunda-feira (9/8)

Ingrid Soares
postado em 09/08/2021 10:34

O presidente Jair Bolsonaro afirmou nesta segunda-feira (9/8) que o novo Bolsa Família não deve ter aumento de 100%, conforme vinha defendendo. A declaração ocorreu durante entrevista à Rádio Brado, Bahia. O mandatário deverá entregar, ainda hoje, ao Congresso a MP do programa com o novo aumento.

“Estamos em fase quase final de definirmos um novo valor do Bolsa Família. Nos criticam que essa última fase do auxílio emergencial são R$ 250. Mas o Bolsa Família médio é R$ 192. E nós acertamos, aqui, no mínimo, 50% de reajuste no Bolsa Família. Nós queremos 100%, mas temos que ter responsabilidade. A economia não pode quebrar. Se quebrar a economia não adianta você ganhar R$ 1 milhão por mês que você não vai dar para comprar um pãozinho”, alegou.

Na última quarta-feira (4), o mandatário anunciou que o Bolsa Família deverá se chamar "Auxílio Brasil" após sua repaginação. O nome é uma referência à continuidade do programa após o fim do auxílio emergencial previsto para o fim do ano.

 

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

CONTINUE LENDO SOBRE