CPI DA COVID

Após chamar senadora de "descontrolada", ministro pede desculpas no Twitter

Realizado também pessoalmente, Wagner Rosário reforçou o pedido de desculpas na rede social e estendido a todas as mulheres

Tainá Andrade
postado em 21/09/2021 19:19 / atualizado em 21/09/2021 20:06
 (crédito: Leopoldo Silva/Agência Senado)
(crédito: Leopoldo Silva/Agência Senado)

O ministro da Controladoria-Geral da União, Wagner Rosário, que foi ouvido, nesta terça-feira (21/9), pela CPI da Covid e chamou a senadora Simone Tebet de "descontrolada", se retratou pelo Twitter. Na mensagem, ele diz que já fez o pedido pessoalmente, mas que o "reitera". Se explica afirmando que "no calor do embate" podem surgir ações inconscientes e finaliza estendendo o pedido de desculpas "a todas mulheres que tenham se sentido ofendidas".

Mais cedo, na saída da comissão a senadora Simone Tebet fez a seguinte declaração: "No momento em que mostramos todas as incongruências do que nós havíamos dito, ele não aguentou e obviamente que partiu pra pronunciamentos e falas infelizes. Não quero particularizar, nesse momento não tenho gênero. Estou representando o estado de Mato Grosso do Sul e o Brasil com qualquer senador da República. Não vou polemizar nesse ponto". Ela quis encerrar o assunto.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

CONTINUE LENDO SOBRE