PANDEMIA

Demitido da CNN, Alexandre Garcia se pronuncia: "Diariamente no YouTube"

O comentarista perdeu o emprego, segundo a emissora, "após reiterada defesa do tratamento precoce contra a covid-19 com o uso de medicamentos sem eficácia comprovada"

Correio Braziliense
postado em 24/09/2021 22:47 / atualizado em 24/09/2021 22:48
 (crédito: Reprodução/YouTube)
(crédito: Reprodução/YouTube)


O jornalista Alexandre Garcia se pronunciou pela primeira vez, na noite desta sexta-feira (24/9), sobre a demissão da CNN Brasil. "Você que me acompanhava todos os dias só no 'Liberdade de Opinião' da CNN, agora pode continuar me seguindo diariamente no meu canal do YouTube. Seja muito bem-vindo!", escreveu ele no Twitter.

Alexandre Garcia perdeu o emprego na noite desta sexta-feira. De acordo com a emissora, a decisão foi unilateral, tomada "após o comentarista reiterar a defesa do tratamento precoce contra a covid-19 com o uso de medicamentos sem eficácia comprovada".

O jornalista fazia parte do quadro Liberdade de Opinião, dentro do jornal Novo Dia, e chegou a ser desmentido duas vezes por apresentadores da emissora após promover desinformação a respeito do chamado tratamento precoce, formado pela união de remédios ineficazes para o processo de cura da doença, tais como ivermectina e cloroquina. A última vez foi nesta sexta-feira (24/9), quando o comentarista citou a Prevent Senior e afirmou que o kit covid salvou milhares de vida.

Confira a íntegra da nota da CNN:

A CNN Brasil comunica que rescindiu o contrato com o jornalista Alexandre Garcia nesta sexta-feira (24).
A decisão foi tomada após o comentarista reiterar a defesa do tratamento precoce contra a Covid-19 com o uso de medicamentos sem eficácia comprovada.


O quadro "Liberdade de Opinião" continuará na programação da emissora, dentro do jornal "Novo Dia".
A CNN Brasil reforça seu compromisso com os fatos e a pluralidade de opiniões, pilares da democracia e do bom jornalismo.

 

 

 

 

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

CONTINUE LENDO SOBRE