CPI da Covid

Fabiano Contarato revela post homofóbico de depoente: "Retrata o presidente"

Senador fez forte relato sobre comentários homofóbicos proferidos por Fakhoury. Empresário se aproveitou de erro de grafia em redes sociais para atacar delegado. Assumidamente homossexual, parlamentar pediu que a polícia administrativa investigue o bolsonarista pelo crime de homofobia

Raphael Felice
postado em 30/09/2021 12:45 / atualizado em 30/09/2021 12:48
 (crédito: Roque de Sá/Agência Senado)
(crédito: Roque de Sá/Agência Senado)

O senador Fabiano Contarato (Rede-ES) expôs à Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da covid-19, nesta quinta-feira (30/9), que o depoente do dia, o empresário Otávio Fakhoury, fez comentários homofóbicos a seu respeito em publicação no Twitter. Assumidamente homossexual, o parlamentar pediu que a polícia administrativa investigue o bolsonarista pelo crime de homofobia. 

"O senhor pegou um tweet meu, por um erro de grafia em rede social, e o senhor fala isso. Aí que me admira: o senhor não é um adolescente", disse o senador antes de ler trecho da publicação: 'O delegado homossexual assumido talvez estivesse pensando no perfume de alguma pessoa ali nesse plenário. Quem seria o perfumado que o cativou?'”

Fakhoury se aproveitou de um erro de digitação para dirigir ataques de cunho homofóbico ao parlamentar. Ao revelar o ocorrido, Contarato se mostrou emocionado e disse que o empresário é o retrato do presidente da República.

“O senhor é o tipo de pessoa que retrata esse presidente da República. Que fala da família, da família tradicional. Mas a minha não é pior do que a sua. A mesma certidão de casamento que o senhor tem, eu também tenho. O senhor falou em Pátria, que segue os princípios da legalidade, da moralidade, mas o senhor é um violador de tudo isso. Fala que Deus está acima de todos, mas Deus está acima de nós", afirmou o parlamentar.

Posteriormente, Contarato solicitou à Polícia Legislativa do Senado que apure o caso por crime de homofobia. O senador é casado e tem dois filhos com o marido. 

 

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

CONTINUE LENDO SOBRE