Eleições 2022

Após recuo, senador prega diálogo para acerto entre PL e Bolsonaro

"Muito diálogo, muito entendimento e buscar acima de tudo entender o espaço de cada um, em cada região", disse Wellington Fagundes (MT), em sua chegada à reunião da legenda em Brasília nesta quarta-feira (17/11)

Raphael Felice
postado em 17/11/2021 15:33 / atualizado em 17/11/2021 15:34
 (crédito: Leopoldo Silva/Agência Senado  )
(crédito: Leopoldo Silva/Agência Senado )

Em sua chegada na reunião do Partido Liberal (PL) em Brasília, nesta quarta-feira (17/11), o senador Wellington Fagundes (MT) falou em diálogo para adequar exigências do presidente Jair Bolsonaro com as expectativas e membros do partido.

"Muito diálogo, muito entendimento e buscar acima de tudo entender o espaço de cada um, em cada região. Essas eleições não são verticalizadas, portanto é bem possível um estado ter um tipo de coligação e outro estado (ter) outro tipo de coligação. É totalmente possível fazer os arranjos", disse o senador.

Bolsonaro estava encaminhado com PL e, na semana passada, chegou a se anunciar que se filiaria ao partido de Valdemar Costa Neto no próximo dia 22. No entanto, adiou ato devido a divergências em alguns estados, sobretudo em São Paulo, onde o PL apoia um dos rivais de Bolsonaro e de seu aliados, o vice do governador João Doria (PSDB-SP), Rodrigo Garcia (PSDB-SP).

A reunião do partido realizada no centro de Brasília terá a filiação de Bolsonaro como um dos focos principais.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

CONTINUE LENDO SOBRE