SABATINA

Mendonça pode ser sabatinado para ministro do STF no Dia do Evangélico

Davi Alcolumbre afirmou que vai marcar sabatina de "ministro terrivelmente evangélico" de Jair Bolsonaro na próxima semana

Luana Patriolino
postado em 26/11/2021 15:52 / atualizado em 26/11/2021 16:35
 (crédito: Isaac Amorim/MSP)
(crédito: Isaac Amorim/MSP)

O presidente da Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) do Senado, Davi Alcolumbre (DEM-AP), ainda não definiu um dia exato para a sabatina do ex-advogado-geral da União André Mendonça ao Supremo Tribunal Federal (STF). No entanto, ele afirmou que deve pautar o procedimento para a próxima semana. Coincidentemente, a votação pode acontecer na data em que se comemora o Dia Nacional do Evangélico: 30 de novembro.

O próximo ministro do STF ficará no lugar de Marco Aurélio Mello, aposentado desde julho. A indicação de um presidente ao Supremo nunca demorou tanto tempo para ser avaliada. André Mendonça foi escolhido pelo presidente Jair Bolsonaro para ser o seu ministro “terrivelmente evangélico” no STF. Ele precisará, contudo, da maioria (41) dos votos dos 81 senadores para se tornar apto a ocupar uma cadeira na Corte.

Embora afirme que não vai desistir do nome de Mendonça, Bolsonaro já trabalha com um plano B caso o ex-AGU seja rejeitado. O escolhido é o ministro Humberto Martins, do Superior Tribunal de Justiça (STJ). Outro cotado para o cargo é o ministro Otávio Noronha, também do STJ, que é relator do caso das rachadinhas envolvendo o senador Flávio Bolsonaro. Noronha tem dado decisões favoráveis ao filho do presidente — e é elogiado pelo Planalto.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

CONTINUE LENDO SOBRE