Após alta médica

Bolsonaro: 'É maldoso quem fala que eu estou de férias'

Presidente citou ações realizadas entre fim de 2021 e início de 2022 para justificar que não estava em férias, mas chegou a citar termo na resposta sobre o tema

Matheus Muratori - Estado de Minas
postado em 05/01/2022 12:53
 (crédito: Reprodução/YouTube TV Brasil)
(crédito: Reprodução/YouTube TV Brasil)

Em entrevista coletiva concedida à imprensa na manhã desta quarta-feira (5/1), no Hospital Vila Nova Star, em São Paulo, Jair Bolsonaro (PL) afirmou que ele não tem férias. O presidente da República também disse que seria maldoso dizer algo a respeito.

"O presidente não tem férias. É maldoso quem fala que eu estou de férias, eu dou minhas fugidas de jet ski, dou lá os cavalos de pau no carro lá no Beto Carrero. Agora recebi uma intimação aqui do Macedo, que ia saltar em fevereiro, não vai saltar mais, ia saltar dentro da água. Objetivo: promover nosso KC-390, por livre e espontânea vontade. Então, muita coisa nós fizemos", disse Bolsonaro, após citar algumas ações de governo, como sanção da desoneração da folha de pagamento e autorizar ministros a visitarem a Bahia para acompanhar o impacto das chuvas que atingiram parte do estado.

Antes deste trecho da resposta, inclusive, Bolsonaro chegou a afirmar que estava de férias. "Durante esses dias todos de férias, aproveitando a Folha de São Paulo, porque sancionar um projeto de desoneração da folha não é fácil, porque tem implicações jurídicas contra minha pessoa. Se eu errar em um veto ou em uma sanção, estou em curso de crime de responsabilidade, porque desoneramos 17 carreiras, 17 atividades".

Bolsonaro estava em recesso desde 17 de dezembro de 2021, quando ficou uma semana em Guarujá, cidade do litoral de São Paulo. Após o Natal, o presidente foi para o litoral de Santa Catarina.

A previsão, segundo o presidente, era de retorno às atividades nessa terça-feira (4). Contudo, na madrugada de segunda-feira (3), Bolsonaro foi internado às pressas em São Paulo por conta de uma obstrução intestinal.

"Eu não queria estar aqui. Já estava previsto na terça-feira retornar para Brasília, vim para cá na madrugada de domingo", também disse.

A previsão é de que Bolsonaro retorne a Brasília nesta quarta. Contudo, o presidente afirmou que tentará estar presente em Buriti Alegre, em Goiás, para um evento beneficente, um jogo de futebol festivo organizado pelos cantores Gusttavo Lima e Marrone, às 21h30 desta terça.

"Ele recomendou eu não comer pastel e nem tomar caldo de cana. Recomendou, recomendou não é ordem. Acontece, eu sei que sempre fui, minha vida toda de atleta, das Forças Armadas, de militar, de gostar de muita aventura, fui paraquedista, sou mergulhador, sou motociclista, então é difícil você ficar parado. Queria estar hoje à noite lá no jogo do Marrone e do Gusttavo Lima, estou tentando ainda ir para lá, não vou jogar logicamente, mas estou tentando ir para lá, vou ver como é que fica", afirmou.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

CONTINUE LENDO SOBRE