CONGRESSO

Lira: Câmara volta ao trabalho remoto até o Carnaval para conter 'nova onda'

Medida visa conter a disseminação de covid-19. Alguns deputados disseram recentemente que foram infectados pela doença, a exemplo do líder da oposição na Câmara, Alessandro Molon (PSB-RJ)

Cristiane Noberto
postado em 17/01/2022 17:49 / atualizado em 17/01/2022 17:49
 (crédito: Marina Ramos/Câmara dos Deputados)
(crédito: Marina Ramos/Câmara dos Deputados)

O presidente da Câmara dos Deputados, Arthur Lira (PP-AL), anunciou que os trabalhos presenciais na Casa retornarão apenas depois do Carnaval. O parlamentar afirmou que a medida visa conter a 'nova onda' de disseminação de casos de covid-19.

Trabalho remoto até o Carnaval. Medida necessária até vencermos esta nova onda. Também vai nos ajudar na melhor aplicação dos recursos públicos”, escreveu no Twitter, nesta segunda-feira (17/1).

O parlamentar ainda acrescentou o impasse com relação ao transporte aéreo para realizar os trabalhos na Câmara. “Tarifas aéreas estão altíssimas e a flexibilidade nas remarcações só acontece quando é do interesse das companhias”, disse.

O Congresso Nacional está em recesso legislativo desde dezembro e teria data para retorno presencial a partir do dia 2 de fevereiro. Alguns deputados também anunciaram recentemente que foram infectados pela doença, a exemplo do líder da oposição na Câmara, Alessandro Molon (PSB-RJ).

 

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

CONTINUE LENDO SOBRE