Crise na Ucrânia

Bolsonaro sobre viagem à Rússia em meio a tensão: "Vamos torcer pela paz"

Apesar de aconselhado a remarcar encontro com Putin, presidente manteve seu posicionamento de ir. Ele embarca nesta segunda-feira (14/2) à noite a Moscou

Ingrid Soares
postado em 14/02/2022 12:20 / atualizado em 14/02/2022 15:06
 (crédito:  Marcelo Ferreira/CB)
(crédito: Marcelo Ferreira/CB)

O presidente Jair Bolsonaro (PL) comentou nesta segunda-feira (14/2) sobre sua viagem à Rússia na noite de hoje. O chefe do Executivo justificou que a visita é de cunho comercial. A declaração ocorreu durante conversa com apoiadores na saída do Palácio da Alvorada. Apesar de aconselhado a remarcar a viagem, Bolsonaro manteve seu posicionamento de ir.

“Tem a viagem à Rússia. Sabemos do momento difícil que existe naquela região. Temos negócios com eles, comerciais. Em grande parte nosso agronegócio depende dos fertilizantes deles. Temos assuntos para tratar sobre defesa, sobre energia. Muita coisa para tratar. E o Brasil é um país soberano. Vamos torcer pela paz lá, que dê tudo certo”, apontou. “A gente quer a paz, mas você tem que entender que todo mundo é ser humano aí. Vamos torcer para que dê certo. Dependendo de uma palavra minha, o mundo teria paz”, concluiu.

Agenda

O chefe do Executivo deve encontrar o presidente da Rússia, Vladimir Putin, em ao menos duas ocasiões: numa reunião bilateral e durante um almoço. A viagem ocorre após o secretário de Estado dos Estados Unidos, Anthony Blinken, alertar que as tropas russas devem invadir a Ucrânia “a qualquer momento”. A escalada nas tensões entre as potências se elevou no último dia 10, quando o presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, pediu que os americanos residentes na Ucrânia deixassem o país.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

CONTINUE LENDO SOBRE