Rejeição

Bolsonaro é hostilizado em passeio de moto na Baixada Santista

Durante folga, o presidente Jair Bolsonaro (PL) esteve no Forte dos Andradas, em Guarujá. Ele ouviu cumprimentos de apoiadores e vaias durante o passeio

Correio Braziliense
postado em 28/02/2022 19:16
 (crédito: Reprodução/redes sociais)
(crédito: Reprodução/redes sociais)

O passeio de moto do presidente Jair Bolsonaro (PL) pela Baixada Santista, na manhã desta segunda-feira (28/2), causou alvoroço. Acompanhado de assessores, seguranças e do deputado federal, Hélio Lopes (PSL-RJ), o chefe do Executivo ouviu xingamentos e manifestações de apoio por onde passou.

Bolsonaro saiu às 10h do Forte dos Andradas, no Guarujá, onde está hospedado neste feriado de carnaval. A comitiva presidencial utilizou a travessia de balsas para chegar em Santos e seguiu pela orla da praia cumprimentando apoiadores e curiosos pelo caminho.

O presidente também passou pelas cidades de São Vicente e Praia Grande, onde parou para comer pastel e tomar caldo de cana. Em momentos do passeio, Bolsonaro foi hostilizado por algumas pessoas. Entre sábado e domingo (27/2), ele andou de jet ski, subiu em lanchas para cumprimentar apoiadores e promoveu outras aglomerações em praias da região paulista. Para aliados, essa é uma estratégia para aumentar a popularidade do presidente.

 

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

CONTINUE LENDO SOBRE