Lucro biolionário

Silva e Luna é convocado no Senado para explicar superavit da Petrobras

Segundo o senador Jean Paul Prates (PT-RN), o Brasil deve definir critérios mais eficientes sobre a distribuição dos dividendos da estatal

Raphael Felice
postado em 22/03/2022 16:30 / atualizado em 22/03/2022 16:31
 (crédito: Cleia Viana/Câmara dos Deputados)
(crédito: Cleia Viana/Câmara dos Deputados)

A pedido do senador Jean Paul Prates (PT-RN), a Comissão de Infraestrutura (CI) aprovou a convocação do presidente da Petrobras, Joaquim Silva e Luna, para explicar ao Senado Federal o pagamento aos acionistas do lucro bilionário da estatal, que chegou a R$106 bilhões em 2021. Com a alta dos combustíveis, a Petrobras teve arrecadação recorde.

Segundo o petista, o Brasil deve definir critérios mais eficientes sobre a distribuição dos dividendos da Petrobras. “Mais 90% dos lucros foram distribuídos diretamente aos acionistas. Queremos entender de onde vem o lucro de fato: se foi pela venda de ativos ou pelo lucro vindo do vento e do acaso, como por exemplo, o preço de commodities lá fora”, questionou.

“A Petrobras não é uma vaca leiteira que distribui dividendos. Dada a importância da Petrobras para o povo brasileiro, figura-se crucial assegurar a transparência em relação à gestão da empresa estatal. Ela é estratégica para o país e para toda a economia nacional”, acrescentou.

A CI também aprovou um requerimento de audiência pública para discutir a política de distribuição de dividendos da Petrobras. O debate com o presidente da estatal e a audiência pública ainda não têm data marcada, mas a previsão é de que ocorram ainda neste primeiro semestre.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

CONTINUE LENDO SOBRE