Em tom de campanha

Bolsonaro volta a criticar medidas mundiais para contenção da covid-19

No Paraná, o presidente foi recebido por apoiadores e engrossou o tom de campanha eleitoral

Sarah Paes - Especial para o Correio
postado em 09/04/2022 18:39
 (crédito: Reprodução/ Redes Sociais)
(crédito: Reprodução/ Redes Sociais)

Cumprindo agenda no Paraná desde sexta-feira(8/4), o presidente Jair Bolsonaro (PL) publicou vídeo nas redes sociais da recepção no estado e dos compromissos. Na manhã deste sábado (09/04), já em tom de campanha eleitoral, Bolsonaro cumprimentou apoiadores, tirou fotos e parou em uma pastelaria em Ibipora, antes de comparecer à missa no Santuário São Miguel Arcanjo, na cidade de Bandeirantes.

Durante a visita, em conversa com um músico da cidade, rodeado por apoiadores, falou sobre uma crescente inflação no preço dos alimentos no mundo e, em tom de crítica, indicou que seria resultado das medidas tomadas pelos países na contenção da pandemia de covid-19. 

"Já tem brasileiro voltando da Europa para o Brasil, o mundo todo agora está em uma inflação de alimentos grande fruto da pós pandemia, do fica em casa, a economia a gente vê depois, e também a questão da guerra da Ucrânia e Rússia. E o Brasil desponta no momento como o melhor país para fazer investimentos entre outras coisas”, afirmou o presidente, mostrando confiança.

“Agricultora, primeira medida nossa com Ricardo Salles, acabamos com a indústria da multa no campo. A locomotiva da nossa economia está no campo. O campo não parou durante a pandemia. A cidade em grande parte parou falando: fica em casa e o resto a gente vê depois. As consequências vocês estão vendo aí”, disse.

Durante a conversa, comentou sobre o preço da gasolina, justificando que o valor atual é uma das consequências ainda do governo Lula. Também comentou sobre a Lei Ruanet e criticou a Lei Paulo Gustavo, reafirmando o veto realizado esta semana. “Vetei porque, inclusive, estamos trabalhando aqui, precisando de R$ 2 bilhões para as Santas Casas e R$ 3 bilhões mais ou menos para a gente acertar o final do agronegócio dado às secas e outros problemas que nós tivemos. Esse dinheiro pode perfeitamente ir para lá”.

Ainda na sexta-feira, no aeroporto da cidade, centenas de apoiadores aguardaram o presidente que foi recebido ao som do público gritando a palavra “mito”. Escoltado pela Polícia Rodoviária Federal (PRF), em cima de um carro, acenou para a população nas ruas da cidade. O presidente também visitou a 60ª Exposição Agropecuária e Industrial de Londrina – ExpoLondrina 2022.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

CONTINUE LENDO SOBRE