Petrobras

Caio Paes de Andrade passa no crivo do Comitê de Elegibilidade da Petrobras

A indicação agora será deliberada pelo Conselho de Administração, na segunda-feira (27/6). Após, o nome de Andrade passará pela Assembleia de Acionistas, segundo informou a estatal em nota.

Taísa Medeiros
postado em 24/06/2022 20:22 / atualizado em 24/06/2022 20:23
 (crédito: Divulgação )
(crédito: Divulgação )

O nome de Caio Paes de Andrade, indicado do Planalto para a presidência da Petrobras, foi aprovado, nesta sexta-feira (24/6), pelo Comitê de Elegibilidade. Andrade vai substituir José Mauro Ferreira Coelho, que pediu demissão na segunda-feira (20/6). Coelho vinha sofrendo pressão do governo e de aliados por conta da alta dos preços dos combustíveis.

A indicação agora será deliberada pelo Conselho de Administração, na segunda-feira (27/6), segundo informou a estatal em nota. Sendo aprovado no colegiado, Andrade pode assumir a presidência. As análises ocorrem com base nas regras de governança da companhia e na legislação aplicável.

Andrade, que é secretário de Desburocratização do Ministério da Economia, foi indicado pelo presidente Jair Bolsonaro (PL) no último dia 9. Além da indicação para o comando da estatal, o Planalto listou outros nomes para o conselho da empresa. Todos ainda precisam passar pelo crivo da assembleia de acionistas da estatal.

Coelho pretendia permanecer no cargo até que todos os trâmites burocráticos da sucessão fossem cumpridos, mas acabou renunciando nesta semana, após forte pressão política do Palácio do Planalto e do presidente da Câmara, Arthur Lira (PP-AL).

Até o fim dos trâmites legais para a aprovação de Andrade, a presidência da estatal é ocupada interinamente pelo atual diretor de Exploração e Produção da companhia, Fernando Borges.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

CONTINUE LENDO SOBRE