comportamento

Metas para 2024: veja como não perder a motivação com o passar do ano

Especialista dá dicas para tirar as metas do papel e não desistir no meio do caminho

Com a virada do calendário e a chegada do novo ano, muitos indivíduos se veem repletos de entusiasmo para realizar suas metas e objetivos, no entanto,  transformar essas aspirações em realidade pose ser um grande desafio -  (crédito: Reprodução Freepik)
Com a virada do calendário e a chegada do novo ano, muitos indivíduos se veem repletos de entusiasmo para realizar suas metas e objetivos, no entanto, transformar essas aspirações em realidade pose ser um grande desafio - (crédito: Reprodução Freepik)
postado em 18/01/2024 06:19

Com a virada do calendário e a chegada do novo ano, muitas pessoas se veem repletas de entusiasmo e determinação para realizar metas e objetivos. No entanto, transformar essas aspirações em realidade muitas vezes se torna um grande desafio. Especialista em psicologia positiva, neurociência e autoconhecimento, Ádamo Peçanha aponta que é importante refletir com a virada de calendário e não deixar-se levar pelo modo automático de viver.

“O início do ano é importante para a pessoa parar, refletir, olhar para trás e se perguntar o que funcionou e o que que não funcionou. É importante ter esse questionamento de quais hábitos devem ser deixados para trás e o que deve começar a ser feito, porque na verdade, o que faz com que a gente tenha uma mudança na nossa vida não é o ano, são os hábitos diários”, explica Ádamo.

Antes de traçar novas metas, é importante reconhecer as conquistas do ano interior. O especialista destaca a importância desse processo, explicando que ao reconhecermos o que funcionou e o que não funcionou, ativamos nosso sistema de recompensa cerebral.

“É como adestrar um cachorrinho. Para que ele faça o que o dono quer, geralmente damos um petisco, sinalizando que o cão fez o que tinha que ser feito. Desta forma, ativamos o sistema de recompensa e o animal tende a repetir a tarefa. O ser humano é igual, se não pararmos para reconhecermos o que a gente fez, o que funcionou e o que não funcionou, a gente tem a impressão que estamos apenas trabalhando em vão e com isso, chega uma hora que perdemos a motivação”, exemplifica Peçanha.

Além de adotar um sistema de pequenas recompensas, como um jantar, um presente ou uma viagem como reconhecimento pelo esforço em prol das metas e objetivos definidos, para que o entusiasmo não se perca no caminho, o especialista sugere uma abordagem trimestral para as metas, dividindo o ano em quatro partes. A ação tende a manter o foco na meta do trimestre atual, tornando-a mais visível e aumentando o entusiasmo. “A escolha de metas significativas, com propósito claro e recompensas específicas, mensuráveis, atingíveis, realistas e temporais, as "metas SMART", é fundamental para manter a motivação”, pontua o especialista em psicologia positiva.

O especialista orienta ainda que ao escolher as metas, opte por um número menor. “Estudos comprovam que poucas metas são melhores do que muitas metas, porque a pessoa fica focada. É importante que a pessoa tenha poucas metas e extremamente significativas porque quem quer fazer tudo, toda hora e ao mesmo tempo, perde o foco e acaba não fazendo nada. Quanto mais focado mais significativo, por exemplo, uma meta financeira, uma meta de saúde física e uma meta de vida de experiências e viagens”. sugere.

Dicas para tirar as metas do papel e voltar para a rotina

  • Metas SMART

Certifique-se de que suas metas sejam específicas, mensuráveis, atingíveis, realistas e temporais. Evite objetivos vagos e opte por definições claras e tangíveis, sendo extremamente específico ao estabelecer suas metas.

Em vez de desejos amplos, como "ser feliz", defina metas específicas, como "escrever um livro até a data X".

  • Desenvolva um sistema

Além de focar na meta em si, desenvolva um sistema claro para atingi-la. Por exemplo, se o objetivo é emagrecer, concentre-se em treinar cinco dias por semana e manter uma alimentação saudável diariamente.

  • Foco no processo e não apenas na meta

Evite ficar obcecado apenas pela meta final. Mantenha o foco no processo diário que o levará até lá. Isso ajuda a manter a consistência ao longo do tempo.

Concentre-se no desenvolvimento de hábitos e comportamentos positivos que o aproximarão das suas metas. Isso inclui treinar regularmente, dormir mais cedo do que é o normal na sua rotina e acordar mais cedo do que é o normal na sua rotina, por exemplo. 

  • Visualização diária

Escreva suas metas em um local visível, como no seu escritório ou mesa de trabalho. Isso ajuda a se reconectar diariamente com seus objetivos, evitando distrações e mantendo a motivação. Mantenha-se focado naquilo que é realmente importante.

  • Atividade física regular

A prática de atividade física não só contribui para a saúde, mas também aumenta a energia e o poder pessoal. Mantenha-se ativo para impulsionar seu desempenho e motivação.

  • Priorize o sono adequado

Garanta uma boa qualidade de sono, pois isso influencia diretamente na sua vitalidade e energia para cumprir suas metas.

  • Meditação

A meditação pode ser uma ferramenta poderosa para manter a mente serena, focada e reduzir o estresse. Incorporar práticas de meditação pode ajudar a manter emoções elevadas e sustentar o poder pessoal.

Gostou da matéria? Escolha como acompanhar as principais notícias do Correio:
Ícone do whatsapp
Ícone do telegram

Dê a sua opinião! O Correio tem um espaço na edição impressa para publicar a opinião dos leitores pelo e-mail sredat.df@dabr.com.br

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação
-->