SIGA O
Correio Braziliense

publicidade

Idoso é morto em casa no terceiro latrocínio registrado no DF em 2017

O filho encontrou o corpo do homem de 63 anos. Do local, no Itapoã, foram levados aparelhos eletrônicos, por isso a hipótese de roubo seguido de morte

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 05/01/2017 18:51

O terceiro latrocínio do ano foi registrado nesta quinta-feira (5/1) no Itapoã. A vítima, um idoso de 63 anos, identificado como Nilson Marciano da Costa, foi encontrada ferida e já sem vida por volta das 6h30, na casa onde morava, próximo à avenida principal da cidade, pelo filho. 
 
 
Da casa, foram levados uma televisão, um aparelho de DVD e um celular, de acordo com informações dadas à Polícia Civil. A 6ª Delegacia de Polícia investiga o caso.
 
Também nesta quinta-feira (5) um taxista foi morto a tiros por um casal que se passou por passageiros para enganar a vítima. Eles anunciaram o assalto e exigiram dinheiro e o carro. Na quarta (4), uma professora morreu no Gama depois de ter o carro roubado. Ela foi atingida por um tiro nas costas. 
Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal;
a responsabilidade é do autor da mensagem.
 
Luiz
Luiz - 17 de Janeiro às 11:38
O Brasil está no fundo do poço moral : leis protegendo bandidos, bandidos matando à vontade, menores fazendo o que bem entendem. Assim não dá. Quero um outro Brasil. Esse está doente. Dentro da sua casa se você reagir a um assalto e matar um sujeito que quer te matar, será julgado por assassinato. Como diria o Russo : " Que país é esse?" ... A panela de pressão está no limite. Ninguém aguenta mais tanta hipocrisia. CHEGA !!!