Inmet emite alerta para temporais e ventanias no fim de semana

Até esta sexta-feira, já choveu 38% do esperado para todo o mês de novembro: 87,6 mm

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 10/11/2017 18:02 / atualizado em 10/11/2017 18:40

Arquivo Pessoal


O fim de semana será marcado por fortes chuvas e rajadas de vento e, segundo o Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet), as próximas pancadas serão generalizadas em todo o Distrito Federal. Os maiores volumes estarão na região dos reservatórios do Descoberto e de Santa Maria. 

O Inmet colocou o DF sob alerta para chuvas intensas com o perigo potencial, que devem variar entre 20 e 30 mm por hora. Já os ventos podem chegar a 60 km por hora. Na última terça-feira (7/11), a capital federal sofreu com fortes rajadas de vento
Até esta sexta-feira (10/11), já havia chovido 38% do esperado para todo o mês de novembro. A média mensal é de 231 mm e o órgão já registrou 87,6 mm. A expectativa é de que o volume previsto para o mês seja superado. "Apesar de serem chuvas intensas, não é nada semelhante ao temporal da madrugada de quarta-feira", explica Morgana Almeida, chefe do Centro de Análise e Previsão do Tempo do Inmet. 

O alerta é válido até as 13h30 deste sábado (11/11). "Fazemos alertas nesse modelo para que áreas sem infraestrutura, como o Sol Nascente, possam se preparar e evitar danos", conclui Morgana. As imagens dos satélites mostram que a tendência de temporais permanece até a próxima segunda-feira (13/11). 

Monitoramento


Por causa dos alertas e das intempéries do clima, os meteorologistas estão monitorando o clima com atenção redobrada. Há a aproximação de nuvens carregadas vindas do Mato Grosso e toda a região centro-oeste está sob uma área de instabilidade que potencializa chuvas e ventos. 

Nos próximos dias, a temperatura não deve ultrapassar os 27ºC. A umidade relativa varia entre 60% e 90%. Discretamente, os níveis dos reservatórios do Descoberto e de Santa Maria apresentaram melhora. O Descoberto alcançou 6% da capacidade e Santa Maria 22,4%. 


E na hora dos temporais e fortes ventos?



>>Limpe o telhado e canaletas de águas para evitar entupimento;

>>Retire todo o lixo e leve para áreas não sujeitas a inundações;

>>Se você morar ou possuir comércio em áreas sujeitas à inundação, coloque seus móveis e estoques em lugares altos;

>>Não utilize alimentos atingidos pela água de enchente ou inundação, e não beba água de enchente ou inundação;

>>Não jogue lixo nos bueiros e boca de lobo, nem nos córregos e rios, para não obstruir o escoamento da água;

>>Não deixe crianças brincando na enxurrada ou nas águas dos córregos, pois elas podem ser levadas pela correnteza ou contaminar-se, contraindo graves doenças, como hepatite e leptospirose;

>>Não toque ou use equipamentos elétricos que tenham sido molhados ou estejam em locais inundados, pois há risco de choque elétrico e curto-circuito;

>>Jamais se aproxime de cabos elétricos arrebentados e desligue os aparelhos elétricos das tomadas e o gás;

>>Verifique o estado do para-brisas. Ele pode ter ficado ressecado durante a estiagem. Confira as lanternas e os faróis, que devem permanecer ligados em tempestades;

>>Não ultrapasse os 60 km/h, mesmo em vias expressas. Essa pe a velocidade segura para evitar aquaplanagem;

>>Se a chuva estiver muito forte, espere. Não se arrisque em vias alagadas e tesourinhas inundadas.
Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal;
a responsabilidade é do autor da mensagem.