Cidades

Envolvidos em racha no Noroeste irão responder em liberdade

Juíza considerou que autuados são primários e têm bons antecedentes. Ex-subsecretário de esportes teve que pagar fiança de R$5 mil

Samara Schwingel
postado em 08/07/2020 09:25
 (foto: (foto: CBMDF/Divulgação))
(foto: (foto: CBMDF/Divulgação))
Wesley foi preso após acidente causado pelo racha
O ex-subsecretário de Esportes do DF Wesley Wenisgton Vieira e Pedro Luca Lima Gabriel, autuados por participarem de racha no Noroeste no último domingo (5/7), irão responder ao processo em liberdade. Em audiência, na terça-feira (7/7), a juíza Lorena Alves, substituta do Núcleo de Audiência de Custódia (NAC) do Tribunal de Justiça do Distrito Federal e Territórios (TJDFT), considerou a atitude da dupla reprovável, mas não viu motivos para mantê-los presos.

A magistrada considerou que os dois homens são réus primários, além de possuírem bons antecedentes. Os autuados terão que comparecer a todos os atos do processo e manterem o endereço atualizado. Wesley, no entanto, teve que pagar uma fiança de R$5 mil para ser liberado.

Relembre o caso

Wesley Wenisgton Vieira foi preso em flagrante, na noite de domingo (5/7), por participar de um racha na Avenida W9 do Noroeste, que resultou em um grave acidente. Pedro Luca Lima Gabriel estava no outro carro e foi levado ao hospital por causa dos ferimentos. Até ontem, o estado dele era grave.

Wesley chegou a ser nomeado subsecretário de Esportes e Lazer do DF, mas ele perdeu o cargo após ser detido. Ele responde por racha e lesão corporal, devido aos ferimentos causados em Pedro. Caso Wesley seja condenado, pode pegar de 3 a 6 anos. Pedro Lima responde apenas por racha e a pena pode variar entre 6 meses e 3 anos.

Tags

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação