Publicidade

Correio Braziliense

Ao lado de Bolsonaro, Luciano Hang se apresenta como Véio da Havan

O empresário Luciano Hang participou da tradicional live feita às quintas-feiras pelo presidente Jair Bolsonaro, que evitou comentar temas polêmicos, como a crise no PSL


postado em 17/10/2019 20:19

Hang ao lado de Bolsonaro: elogios ao governo(foto: Facebook/Reprodução)
Hang ao lado de Bolsonaro: elogios ao governo (foto: Facebook/Reprodução)
 O empresário Luciano Hang, dono da cadeia de lojas Havan, se apresentou como o Véio da Havan, nesta quinta-feira (17/10), ao participar de uma transmissão ao vivo no Facebook ao lado do presidente Jair Bolsonaro.

A tradicional live das quinta-feiras foi transmitida nesta semana de Santa Catarina, estado natal de Hang e onde o presidente participou de uma aula inaugiral na sede da Polícia Rodoviária Federal no estado.

"À minha direita vocês não sabem quem que é não, né?", indagou Bolsonaro logo após uma pequena introdução. De imadiato, Hang respondeu: "O Véio da Havan!", arrancando uma risada do presidente.

"O véio da Havan. Mais conhecido como Loro José, agora", completou o empresário, que disse ainda ter feito 57 anos na semana passada, após ter a idade perguntada por Bolsonaro. "E me chamam de véio...".

O presidente então indagou qual dos dois é mais velho. "Pela aparência deve ser eu", disse Hang . "Eu tenho 64, mas não tenho cara tão velha assim porque parei como capitão. A minha turma são coronéis, generais... aí são velhos".

Hang prosseguiu com a conversa. Apontando para si mesmo disse: "Só tem cara de velho, o resto tá tudo novo". "Olha a mentira", brincou Bolsonaro, que ainda apontou para a barriga do empresário e perguntou: "Daqui pra cima ou daqui pra baixo que tá funcionando tudo?". "É... daqui pra cima", afirmou Hang, fazendo o presidente voltar a gargalhar.


Elogios ao governo


Luciano Hang, apoiador de Bolsonaro desde a época da campanha, apareceu vestindo terno verde e gravata amarela e serviu como uma espécie de comentarista da live, fazendo inúmeros elogios ao governo.

Bolsonaro preferiu ignorar os temas políticos mais polêmicos do dia, como a crise interna do PSL, a admissão do filho Carlos sobre ter acesso à sua conta no Twitter e o julgamento no STF sobre a prisão após condenação em segunda instância.

O presidente preferiu repassar algumas medidas recentes de seu governo, como o pagamento do 13º para beneficiário do Bolsa Famíliao desbloqueio de recursos para ministérios, e a redução do roubo de cargas neste ano. Segundo o presidente, medidas como a ampliação do excludente de ilicitude e diminuição dos saidões de presos devem reduzir ainda mais os roubos.

No começo da live, o presidente também comentou sobre segurança pública. "Santa Catarina é o estado que tem o maior porte de arma, a maior quantidade de clube de tiro e tem a menor violência. Que coisa, né? Pra contrariar os especialistas do Brasil", disse.

Assista à íntegra da live:






Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade