Politica

Em dia de prisão de Queiroz, Bolsonaro passa reto e ignora apoiadores

O presidente passou reto com seu comboio oficial rumo ao Palácio do Planalto e os simpatizantes sequer receberam um aceno de Bolsonaro de dentro do carro

Ingrid Soares
postado em 18/06/2020 11:02

BolsonaroApós a prisão de Fabrício Queiroz, ex-assessor do senador e filho do presidente Jair Bolsonaro Flavio Bolsonaro (Republicanos-RJ), deflagrada pela Polícia Civil na manhã desta quinta-feira (18/6), em Atibaia (SP), o presidente Jair Bolsonaro não fez a costumeira parada na porta do Palácio da Alvorada para cumprimentar apoiadores e ignorou cerca de 25 bolsonaristas que o aguardavam no local.

O presidente passou reto com seu comboio oficial rumo ao Palácio do Planalto e os simpatizantes sequer receberam um aceno de Bolsonaro de dentro do carro. Na agenda oficial de Bolsonaro, consta uma reunião pela manhã com Bento Albuquerque, ministro de Minas e Energia e, a partir das 11h, haverá uma cerimônia de Apresentação de Cartas Credenciais de Novos Embaixadores.

O policial militar aposentado Fabrício Queiroz, ex-assessor do senador Flávio Bolsonaro, foi preso na manhã desta quinta-feira (18/6) na cidade de Atibaia em uma operação da Polícia Civil em conjunto com o Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco), do Ministério Público de São Paulo (MPSP).

[FOTO1619288]

O imóvel onde ele foi encontrado é do advogado Frederick Wassef, que realiza as defesas do senador e do pai, o presidente Jair Bolsonaro. Wassef, inclusive, estava ontem no evento de posse do novo ministro das Comunicações, no Palácio do Planalto.

Conforme o MPSP, os mandados de prisão e de busca e apreensão foram expedidos pela Justiça do Rio de Janeiro, a pedido do Grupo de Combate à Corrupção (Gaecc) do MP do Rio. Eles investigam a participação de Queiroz em um esquema desvio dos salários de servidores do gabinete de Flávio na época em que ele era deputado estadual.

Tags

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação