Perigo

Cobra coral é capturada em quintal de casa em Minas Gerais

Espécie é uma das mais venenosas do Brasil. Animal, com 50 centímetros de comprimento, foi encontrado perto do muro da residência

Luiz Ribeiro - Estado de Minas
postado em 23/09/2020 16:32
 (crédito: Corpo de Bombeiros/divulgação)
(crédito: Corpo de Bombeiros/divulgação)

Uma cobra coral foi encontrada no quintal de uma casa em Montes Claros, no Norte de Minas, na manhã desta quarta-feira (23). O animal peçonhento foi capturado pelo Corpo de Bombeiros. A coral (Micrurus lemniscatus) é considerada uma das cobras mais venosas do Brasil.

O fato ocorreu no Bairro Novo Jaraguá, próximo à Estrada da Produção. De acordo com o Corpo de Bombeiros, a cobra foi encontrada no quintal da residência, junto a um muro. Nas proximidades existem vários lotes vagos, de onde o animal teria saído. O fogo na vegetação nos terrenos pode ter contribuído para a “migração” da cobra para a área residencial.

A coral encontrada no quintal da moradia tem cerca de 50 centímetros de comprimento. Os militares usaram equipamentos de proteção individual (EPIs) e técnicas adequadas para a captura do animal peçonhento. Após a captura, a cobra coral foi solta pelos bombeiros em região de mata da região, distante de residências, para não oferecer qualquer risco para os moradores.

Cobra coral

De acordo com a Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz), a cobra coral (Micrurus lemniscatus ) é uma das serpentes mais venosas do Brasil. É da mesma família das Najas e Mambas (Elapidae), que possuem um veneno neurotóxico muito potente. A cobra coral é de difícil identificação e se classifica como ‘verdadeira’ e ‘falsa’.

Não é simples diferenciar a espécie verdadeira da falsa. A maneira mais segura é através da dentição. Somente uma pessoa experiente consegue diferenciar as duas espécies simplesmente olhando. Mesmo assim, algumas podem apresentar anomalias e nascer completamente vermelhas, ou até mesmo albino (branco) ou melânico (preto).

lu

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação