Sul do Brasil

Temporal causa estragos e deixa ao menos sete mortos em Santa Catarina

A Defesa Civil informou inicialmente que dez pessoas foram encontradas mortas nesta quinta-feira (17/12) em Santa Catarina, mas um boletim do meio da manhã relatou sete mortes em dois municípios

Agência France-Presse
postado em 17/12/2020 11:55 / atualizado em 17/12/2020 11:57
 (crédito: Reprodução / Redes Sociais)
(crédito: Reprodução / Redes Sociais)

Pelo menos sete pessoas morreram e 20 desapareceram devido às fortes chuvas que ocorreram na manhã de quinta-feira no estado de Santa Catarina, no sul do Brasil, de acordo com o último balanço oficial revisado para baixo.

A Defesa Civil informou inicialmente que dez pessoas foram encontradas mortas, mas um boletim do meio da manhã relatou sete mortes em dois municípios.

“Em Presidente Getúlio, houve uma forte inundação causada por 125 milímetros de chuva em apenas seis horas. Em Ibirama, casas foram arrastadas pela força da água e abriram abrigos para a população”, informou o governo de Santa Catarina é uma declaração.

Presidente Getúlio e Ibirama, ambas com menos de 20 mil habitantes, estão localizadas a pouco mais de 215 km de Florianópolis, capital de Santa Catarina.

Bombeiros e pessoal da Defesa Civil atuam nas operações de busca e salvamento.

“A situação aqui em Presidente Getúlio é caótica. Recebemos mais de 100 ligações, a maioria por conta das enchentes. [Foram inundadas] casas e veículos foram arrastados. Havia casas onde [a água] passava da altura dos ombros”, disse. o comandante do corpo de bombeiros voluntários da cidade, Alex Lima, ao portal de notícias G1.

A enchente afetou 14 cidades. O mais atingido foi Presidente Getúlio, onde o fornecimento de energia elétrica foi interrompido e várias estradas foram bloqueadas por enchentes e deslizamentos.

A previsão do tempo avisa que novas precipitações podem ser registradas nas próximas horas na região.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

CONTINUE LENDO SOBRE