SPUTNIK V

Anvisa irá à Rússia para avaliar as instalações da fábrica da Sputnik V

A missão de vigilância sanitária à Rússia foi divulgada pelo diretor-presidente da Anvisa, Antonio Barra Torres, em um vídeo divulgado nas redes sociais do presidente Jair Bolsonaro

Ingrid Soares
Maria Eduarda Cardim
postado em 06/04/2021 16:31 / atualizado em 06/04/2021 16:33
 (crédito: Fabio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil)
(crédito: Fabio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil)

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) irá enviar uma equipe à Rússia para avaliar as instalações da fábrica da vacina russa Sputnik V. O imunizante, produzido pelo Fundo de Investimento Direto Russo (RDIF) e pelo Instituto Gamaleya, já foi adquirido pelo governo federal, mas ainda não obteve aprovação de uso emergencial ou registro definitivo da agência reguladora.

A missão de vigilância sanitária à Rússia foi divulgada pelo diretor-presidente da Anvisa, Antonio Barra Torres, em um vídeo divulgado nas redes sociais do presidente Jair Bolsonaro. “Temos nesse contato que o presidente acabou de realizar com o presidente Putin a confirmação do envio da nossa missão, uma missão de vigilância sanitária à Rússia para que possamos efetuar a inspeção nas instalações de produção tanto de insumo quanto da própria vacina”, afirmou.

O presidente da Anvisa acompanhou a ligação de Bolsonaro ao presidente da Rússia, Vladimir Putin, na qual o presidente do Brasil falou sobre a aquisição e fabricação da vacina Sputnik V no Brasil. Estiveram presentes também na conversa com Putin os ministros das Relações Exteriores (Carlos Alberto França), Saúde (Marcelo Queiroga), Secretaria-Geral (Ministro Onyx Lorenzoni), e o secretário de Assuntos Estratégicos, Flávio Augusto Viana Rocha.

Na saída do Palácio do Planalto, Barra Torres afirmou aos jornalistas que a visita à Rússia esclarecerá pontos fundamentais da produção da vacina e que a data da viagem será definida em uma reunião nesta quarta-feira (7/4). “A missão trará informações muito importantes, a visita à Rússia esclarece pontos fundamentais e com certeza vai ser muito esclarecedora”, disse.

No último dia 1º, a Anvisa recebeu pedidos de estados para autorizar a importação de doses da vacina russa Sputnik V. Nesta terça-feira (6), a agência faz uma reunião com os 11 governadores que protocolaram junto a Anvisa o pedido de importação para a vacina Sputnik V .

As solicitações dos governadores ocorreram no mesmo dia em que a agência recebeu os documentos complementares para dar prosseguimento à análise do uso emergencial do imunizante no país.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

CONTINUE LENDO SOBRE