MATO GROSSO

Motociclista é atingido no pescoço por ave e dirige 9km para pedir socorro

"O passarinho atravessou a minha garganta, mas deu tempo de eu chegar. Saiu muito sangue do meu nariz, do local (do furo) e eu cheguei em casa quase desmaiado", disse o jovem

Correio Braziliense
postado em 29/04/2021 16:35 / atualizado em 29/04/2021 16:36
 (crédito: Reprodução/vídeo)
(crédito: Reprodução/vídeo)

No último sábado (24/4), o Jovem Eik Júnior Monzilar Parikokoriu, 23 anos, foi atingido por um pássaro e teve a garganta perfurada pelo bico da ave enquanto pilotava uma moto. Apesar do ferimento, Eik dirigiu nove quilômetros com a ave em seu pescoço, até chegar à aldeia mato-grossense de Águas Correntes e ser socorrido por seus familiares.

O acidente aconteceu na Barra do Bugres, a 170km de Cuiabá. A ave que atingiu o jovem é da espécie ariramba-preta, muito semelhante a um beija-flor. Devido ao impacto e ao tamanho de seu bico, a ave não resistiu. 

Em um primeiro momento, o jovem foi socorrido pela mãe e outros familiares, que o levaram até a unidade de saúde da própria aldeia. Lá foram prestados os primeiros atendimentos médicos e a ave, retirada de seu pescoço. Eik foi levado para a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) da Barra do Bugres, após atendimento, o motociclista gravou um vídeo onde detalha o que aconteceu.

Em seu vídeo, Eik diz que voltava de uma pescaria quando o acidente aconteceu. "O passarinho atravessou a minha garganta, mas deu tempo de eu chegar. Saiu muito sangue do meu nariz, do local (do furo) e eu cheguei em casa quase desmaiado. Eu senti que meu coração estava parando de bater. Eu tentava puxar o folego e não conseguia", detalha o jovem.

O jovem usou o momento para agradecer a Deus. "Estou aqui para alertar, Deus é tudo na nossa vida. Deus me livrou e me deu mais uma chance de viver", finalizou o rapaz, que, apesar do susto, foi liberado para voltar para casa logo após fazer o curativo.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

CONTINUE LENDO SOBRE