VIOLÊNCIA

Polícia investiga assassinato de palmeirense após final da Libertadores

Após a partida entre Palmeiras e Flamengo, a Polícia de Santa Catarina atendeu diversas ocorrências em decorrência de brigas pós-jogo

Correio Braziliense
postado em 29/11/2021 16:23 / atualizado em 29/11/2021 16:28
 (crédito: Reprodução/Facebook)
(crédito: Reprodução/Facebook)

Na madrugada de domingo (28/11), um homem de 38 anos foi morto com 14 facadas após assistir a final da Libertadores em um bar, na cidade de Mafra, Santa Catarina. Alessandro Stoeber era torcedor do Palmeiras e, após a vitória do time, teria se envolvido em confusões com outros torcedores. 

Segundo a Polícia de Santa Catarina, a Polícia Militar atendeu a várias ocorrências entre a noite de sábado e a madrugada de domingo que envolviam torcedores nas cidades de Blumenau, Brusque e São João Batista. Por isso, ainda investigam se a morte de Alessandro pode ter sido relacionada à confusões após a partida. 

Em entrevista ao G1, o delegado Nelson Vidal, responsável pela investigação, disse que Alessandro assistia a partida em um bar quando discussões com outros torcedores começaram. Segundo eles, a vítima deixou o local de motocicleta, na madrugada de domingo, e teria sido seguida por um veículo. No portão da casa, ele foi atacado. 

Para o delegado a motivação do crime ainda está sendo esclarecida, mas a principal suspeita é de que tenha ocorrido por causa da partida. Também não há confirmação de quantas pessoas participaram do ataque. "A gente não tem a autoria ainda, estamos investigando, mas há fortes indícios de motivo fútil. Tudo indica que foi esse clima de competição, de futebol", disse.


O nome da vítima foi confirmado pela Funerária Henvida. 


Confusões pós-jogo

Outro assassinato, na cidade de Blumenau, foi relacionado à confusões pós-jogo. Um homem de 31 anos sofreu um corte no pescoço após uma discussão.

Além disso, na cidade de Brusque, após o fim do jogo, houve uma briga generalizada entre torcedores das duas torcidas. Alguns torcedores trocavam provocações quando um carro, conduzido por um palmeirense, colidiu com outros veículos e pedestres. Após a ação, torcedores do Flamengo teriam atirado pedras contra o veículo. Ninguém se feriu. 

Na cidade de São João Batista, um homem foi preso perto da concentração de torcedores palmeirenses em um estacionamento após ter colocado uma música em homenagem ao Flamengo. A Polícia Militar teria pedido para o homem retirar a música, afim de evitar uma confusão, mas ele recusou. Em seguida, ele teria jogado o carro na direção da patrulha e de pedestres, mas logo foi imobilizado.

 

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

CONTINUE LENDO SOBRE