CONSUMIDOR

"Vergonha: McDonald's cobra R$ 37,90 por McPicanha sem...picanha!"

Além dos preços altos e péssimo atendimento nas lojas, seja presencial ou Drive Thru, lanchonete confunde clientes, analisa Ricardo Kertzman

Ricardo Kertzman - Estado de Minas
postado em 28/04/2022 18:39 / atualizado em 28/04/2022 18:40
Sanduíche McPicanha -  (crédito: MCDonalds/Divulgação)
Sanduíche McPicanha - (crédito: MCDonalds/Divulgação)

Essa é mesmo do balacobaco! A rede de fast food McDonald's, líder do segmento no Brasil, tem a cara de pau de vender um sanduíche chamado McPicanha, sem um único grama dessa carne em sua receita. Isso porque cobra 'apenas' R$ 37,90 pelo lanche no Distrito Federal.

O segredo é utilizar "aroma natural de picanha" no molho que acompanha o hambúrguer, e assim conseguir manter-se dentro da lei, ou seja, não ser acusado de fraude. Contudo, sua propaganda induz o consumidor ao erro, e isso é inegável.

Quem descobriu o 'McAplique' foi a página do Instagram Coma com os Olhos, dedicada a resenhas gastronômicas, que denunciou a empresa junto ao Conar (Conselho Nacional de Autorregulamentação Publicitária) e ao Procon de São Paulo.

"Lamentamos que a comunicação criada sobre os novos produtos possa ter gerado dúvidas", declarou a rede em comunicado oficial. Gerado dúvidas? Uma ova! Gerou certezas, isso, sim, de que comprávamos um hambúrguer de picanha.

"Haverá novas peças (publicitárias) destacando a composição dos sanduíches de maneira mais clara", continuou o comunicado. Bem, depois da "porta arrombada", não adianta muito colocar cadeado, não é mesmo? E quem comprou "gato" por picanha, como fica?

Em tempo: o Méqui poderia aproveitar a oportunidade e resolver outro enorme problema: o péssimo atendimento em suas lojas. Sinceramente, eu não sei o que é pior, se o balcão ou o drive thru. Não fosse minha filhota fã de McNuggets, eu não passaria nem perto.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

CONTINUE LENDO SOBRE