Crueldade

Abandono e crueldade: cão agoniza, sem água e sem comida, até a morte

Animal foi encontrado morto, em avançado estado de decomposição, após vizinhos relatarem mau cheiro

Redação- Aqui MG
postado em 20/05/2022 11:27 / atualizado em 20/05/2022 11:27
 (crédito: Redes Sociais)
(crédito: Redes Sociais)

Uma mulher foi levada para a delegacia nesta quinta-feira (19/5) por suspeita de maus-tratos contra um cachorro. De acordo com as primeiras informações repassadas pela polícia, ela teria se mudado do apartamento onde morava e abandonado o animal, encontrado morto dentro do imóvel. O apartamento fica no bairro Bonsucesso, região do Barreiro, em Belo Horizonte.

A Polícia Militar foi acionada, por volta das 10h desta quinta, após moradores relatarem mau cheiro vindo do apartamento onde a mulher morava. Com ajuda de um chaveiro, os militares entraram e encontraram o cão morto, em avançado estado de decomposição.

“Encontramos o apartamento vazio, sem móveis ou objetos. Não havia indícios de que o animal era alimentado, pois não havia vasilhas com comida e água”, relatou a polícia no boletim de ocorrência.


Uma mulher foi levada para a delegacia nesta quinta-feira (19) por suspeita de maus-tratos contra um cachorro. De acordo com as primeiras informações repassadas pela polícia, ela teria se mudado do apartamento onde morava e abandonado o animal, encontrado morto dentro do imóvel. O apartamento fica no bairro Bonsucesso, região do Barreiro, em Belo Horizonte.

A Polícia Militar foi acionada, por volta das 10h desta quinta, após moradores relatarem mau cheiro vindo do apartamento onde a mulher morava. Com ajuda de um chaveiro, os militares entraram e encontraram o cão morto, em avançado estado de decomposição.

“Encontramos o apartamento vazio, sem móveis ou objetos. Não havia indícios de que o animal era alimentado, pois não havia vasilhas com comida e água”, relatou a polícia no boletim de ocorrência.


Autuada em flagrante


Moradores do prédio informaram aos militares que a responsável pelo apartamento havia se mudado há cerca de 20 dias. Os policiais conseguiram localizar a mulher e ela foi levada para a delegacia.

Ao ser questionada sobre o animal, ela teria afirmado que levava água e comida para o cão, embora não soubesse sobre o estado de saúde dele. A informação foi desmentida por testemunhas que garantiram a situação de abandono, já que conforme a apuração da polícia, o animal ficou sem cuidados por mais de 20 dias. A suspeita foi ouvida na Delegacia de Plantão Barreiro e autuada em flagrante por maus-tratos. Segundo a PCMG, não cabe fiança para este crime e ela foi encaminhada para o sistema prisional. A mulher ainda será ouvida, novamente, em audiência de custódia.

 

 

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

CONTINUE LENDO SOBRE