POLÊMICA

Banco nega troca de sobrenome de cliente por "vagabunda" em cartão

Caso aconteceu em Campo Grande, no Mato Grosso do Sul. O advogado da vítima nega que a troca de sobrenome tenha sido da parte da mulher

Luísa Mariana Moura*
postado em 06/07/2022 13:36
 (crédito: Arquivo pessoal/ Divulgação)
(crédito: Arquivo pessoal/ Divulgação)

Uma mulher de 29 anos, que preferiu não ser identificada,entrou com processo por danos morais ao C6 Bank após receber cartão de crédito com sobrenome trocado pelo xingamento de "vagabunda". O processo  tem um pedido de indenização de R$ 50 mil pela situação.

O Correio conversou com o advogado Ederson Lourenço, que representa a vítima no processo. Contou que a mulher já era cliente do banco e solicitou um novo cartão , após dois dias, recebeu o cartão em casa e que, a princípio, chegou a rir da situação, mas depois se sentiu constrangida. 

Lourenço descreve a situação como "humilhante e vexatória", após a cliente abrir a correspondência em frente a amigas que estavam em sua residência. 

Em nota, o C6 Bank disse: 

"Checamos os logs de acesso ao nosso app e, segundo os registros, o pedido do cartão com o nome foi feito pelo aplicativo da usuária, em transação autenticada por senha, sem interferência de nenhuma pessoa no processo. A cliente poderá fazer a reemissão do cartão sem nenhum custo." 

 

 

 

 

 

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

CONTINUE LENDO SOBRE