NULL
Documentação

Três milhões de brasileiros já emitiram nova carteira de identidade

Ao todo, 23 estados e o Distrito Federal estão emitindo o documento. Prazo para que unidades da Federação comecem a emitir documento termina nesta quinta-feira (11/1)

Com o CPF como número único para todas as UFs, haverá um padrão para todo o país, o que evitará fraudes  -  (crédito: Divulgação)
Com o CPF como número único para todas as UFs, haverá um padrão para todo o país, o que evitará fraudes - (crédito: Divulgação)
postado em 11/01/2024 11:33 / atualizado em 11/01/2024 11:34

Cerca de três milhões de brasileiros já emitiram a nova Carteira de Identidade Nacional (CIN), documento que unifica registro geral em todas as unidades da Federação (UFs) por meio do CPF. A informação foi divulgada nesta quinta-feira (11/1) pelo Ministério da Gestão e da Inovação em Serviços Públicos (MGI). Ao todo, 23 estados e o Distrito Federal disponibilizam o documento. O prazo para que as UFs comecem a emitir documento termina hoje.

O prazo divulgado pelo governo terminaria em 6 de dezembro do ano passado, mas houve ampliação após pedido dos estados.

Com o CPF como número único para todas as UFs, haverá um padrão para todo o país, o que evitará fraudes como, por exemplo, a de uma pessoa ter um RG para cada estado brasileiro.

“A versão digital da CIN, que tem um QR Code, vai dar acesso às informações sobre o cidadão e possibilita, também, a integração com outros documentos, como a carteira de motorista digital. No futuro, teremos outros documentos concentrados no Gov.Br”, explicou Esther Dweck, ministra da Gestão e da Inovação.

Ainda de acordo com o governo, o documento integrará todas as informações relacionadas ao cidadão no sistema público. 

“Quando uma pessoa precisar marcar uma consulta no SUS , por exemplo, os dados da identificação estarão disponíveis em tempo real, independentemente se o atendimento for virtual ou presencial. Com a CIN, todas as políticas públicas estarão vendo o mesmo dado oficial de identidade do cidadão pela simplificação dos cadastros administrativos", acrescentou a ministra.

A primeira via da CIN é gratuita.

Gostou da matéria? Escolha como acompanhar as principais notícias do Correio:
Ícone do whatsapp
Ícone do telegram

Dê a sua opinião! O Correio tem um espaço na edição impressa para publicar a opinião dos leitores pelo e-mail sredat.df@dabr.com.br

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação
-->