Mobilidade urbana

Ghost bikes: Rodas da Paz homenageiam ciclistas mortos nas ruas do DF

Esculturas conhecidas como "Ghost bikes" serão instaladas próximo aos locais dos acidentes neste domingo (18/10)

Ana Clara Avendaño*
postado em 15/10/2020 16:24 / atualizado em 15/10/2020 16:24
Ricardo Aragão, Francisco de Sales e Maurício da Cruz serão homenageados. -  (crédito: NACHO DOCE)
Ricardo Aragão, Francisco de Sales e Maurício da Cruz serão homenageados. - (crédito: NACHO DOCE)

No próximo domingo (18/10), a ONG Rodas da Paz prestará uma homenagem aos ciclistas Ricardo Aragão, Francisco de Sales e Maurício da Cruz, mortos no trânsito do Distrito Federal. Na ocasião, serão instaladas três “ghost bikes” próximo aos locais onde ocorreram os acidentes como uma lembrança e um sinal de alerta.

Para o coordenador-geral da Rodas da Paz, Raphael Dornelles, a “ghost bike” é uma recordação de que houve um atropelamento de ciclista no local. “Ali se perdeu a vida de um pai, um filho, um amigo ou uma mãe”, explica o instrutor de yoga. Além disso, a estrutura chumbada com cimento e brita também chama a atenção para a violência no trânsito.

De acordo com o ciclista, a educação é essencial para evitar acidentes nas ruas. “Falta educação no trânsito, desde as crianças aos cursos de revisão da carteira de motorista para todos respeitarem a vida do ciclista”, opina. Outros fatores apontados por ele são a infraestrutura e fiscalização insuficientes, além da preferência do carro nos cruzamentos entre a pista para automóveis e as ciclovias. “ A placa de ‘pare’ é para a bicicleta, isto desestimula o uso da bike, atrasa a viagem e faz o ciclista colocar a vida em risco em vias perigosas para conseguir chegar a tempo no destino”, afirma o coordenador-geral da Rodas da Paz.

Vítimas homenageadas

Ricardo Aragão, 58 anos, foi atropelado na noite deste último sábado (10/10), na quadra 704 da Asa Norte. De acordo com o Corpo de Bombeiros Militar do Distrito Federal (CBMDF), ele entrou em parada cardiorrespiratória. A equipe médica tentou reanimá-lo, porém ele não resistiu e veio a óbito no local.

O ciclista Francisco de Sales morreu após ser atropelado na madrugada de 23 de setembro, na L4 Norte, próximo ao quartel do Corpo de Bombeiros Militares do Distrito Federal (CBMDF). O autor fugiu do local sem prestar socorro.

Maurício da Cruz, 43, vítima de um atropelamento por um ônibus em 20 de agosto de 2018, na altura da QL 6 do Lago Sul. Depois de ser derrubado, ele sofreu parada cardiorrespiratória e chegou a ser reanimado pelo Corpo de Bombeiros. O ciclista, encaminhado ainda com vida, ao Hospital de Base, não resistiu aos ferimentos.

Confira os horários e locais onde as ghost bikes serão instaladas:

8H: Colocação da Ghost Bike de Ricardo Aragão

Local: perto da SHIGN 704 bloco D. Saída da 704 Norte até Vila Planalto indo pela W5, eixo monumental e L4: 30 minutos - 8,7km

9H: Colocação da Ghost Bike de Francisco de Sales

Local: perto do Corpo de Bombeiros do início da L4 norte. Saída da Vila Planalto até Gilberto Salomão indo pela L4 e ciclovia do Lago Sul: 30 minutos - 9,8km

10H: Colocação da Ghost Bike de Maurício da Cruz

Local: perto do Posto Policial da SHIS QI 06 conj. 11.

Pesquisa

A Universidade de Brasília (UnB), em parceria com a Universidade de Valência, desenvolveu um estudo sobre os riscos de andar de bicicleta nas vias urbanas e sobre o comportamento do ciclista no trânsito. A partir do resultado da pesquisa, será possível indicar quais medidas devem ser tomadas por planejadores e interventores no trânsito para prevenir acidentes.

Para participar, o usuário precisa ser ciclista urbano e preencher o questionário de comportamento de pedalar de bicicleta, disponível no Google Formulários. A participação é voluntária e se dará por meio do preenchimento de uma série de perguntas, dividida em duas partes (Percepção de risco e Variáveis Sócio-demográficas). Não existe resposta certa ou errada; os pesquisadores têm interesse apenas em conhecer os comportamentos dos usuários de bicicleta.

*Estagiária sob supervisão de Nahima Maciel

  • Ricardo Aragão, Francisco de Sales e Maurício da Cruz serão homenageados.
    Ricardo Aragão, Francisco de Sales e Maurício da Cruz serão homenageados. NACHO DOCE
  • Bicicletas compartilhadas com cor amarelo enfileiradas
    Todos os trâmites serão divulgados assim que o processo for finalizado Rodrigo Craveiro/CB/D.A Press
  • https://imgsapp.impresso.correioweb.com.br/app/da_impresso_130686904244/2014/11/02/148067/20141031103643289387e.jpg
    Fim de tarde e bicicletas na Praça do Cruzeiro
  • https://imgsapp.impresso.correioweb.com.br/app/da_impresso_130686904244/2014/03/16/120446/20140315205015874197a.jpg
    Prova de bicicletas é dividida em categorias de idade e nível técnico Paula Rafiza/Esp. CB/D.A Press
  • https://imgsapp.impresso.correioweb.com.br/app/da_impresso_130686904244/2015/05/27/170589/20150526195922842969i.JPG
    Bicicletas para alugar: um dos principais meios de transporte em La digue custa cerca de 10 euros por dia
  • https://imgsapp.impresso.correioweb.com.br/app/da_impresso_130686904244/2015/07/27/177246/20150726204837768730u.JPG
    A Ponte JK, normalmente fechada para bikes, ficou tomada pelas bicicletas, que desceram do Eixo Monumental em direção ao Lago Sul Antonio Cunha/CB/D.A Press
  • https://imgsapp.impresso.correioweb.com.br/app/da_impresso_130686904244/2017/11/13/254305/20171112194349941950e.JPG
    Por dia, 3,5 milhões de pessoas usam as bicicletas em Pequim: solução exportada Johannes Eisele/AFP 2/2/17
 

 

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação