REDE PÚBLICA

Secretaria de Saúde retoma cirurgias eletivas vasculares

A pasta também voltou a fazer operações ginecológicas e urológicas. Segundo levantamento, 2020 atingiu a segunda maior marca de cirurgias no DF

Correio Braziliense
postado em 24/11/2020 21:50
 (crédito: Davidyson Damasceno / Agência IGESDF)
(crédito: Davidyson Damasceno / Agência IGESDF)

A Secretaria de Saúde (SES) divulgou nesta terça-feira (24/11) que as cirurgia eletivas nas especialidades de ginecologia, urologia e vascular foram retomadas. De acordo com a pasta, as operações estão, aos poucos, sendo retomadas em todas as unidades de saúde. Em outubro, os procedimentos oftalmológicos voltaram a ser feitos nos hospitais de Base, do Gama e de Taguatinga.

A suspensão das cirurgias eletivas teve início em 29 de junho, com objetivo de concentrar os esforços nos atendimentos de urgência e emergência em toda a rede pública de saúde, durante a pandemia do novo coronavírus. Os procedimentos oncológicos, cardiovasculares e transplantes, porém, não foram interrompidos.

Mesmo com o adiamento, a Secretaria de Saúde registrou a segunda melhor marca de cirurgias realizadas em 11 anos. De acordo com os dados, de janeiro a setembro foram realizados 48.884 procedimentos. O recorde de produção cirúrgica foi contabilizado em 2019, com 51.673 operações.

“Conseguimos fazer 5.427 cirurgias mensais neste ano”, destaca o secretário-adjunto de Assistência à Saúde, Petrus Sanchez. “(São) dados históricos que marcam o compromisso da atual gestão em oferecer saúde de qualidade para toda a população”, acrescenta.

Durante o período, apenas no Hospital Regional de Taguatinga (HRT) foram contabilizadas 280 cirurgias gineco-oncológicas, um crescimento de 56% na produção de cirurgias da unidade, em relação a 2019. Na unidade, de 2 e 5 de novembro, foi feita uma força-tarefa de cirurgias ortopédicas em 44 pacientes, além de cirurgias voltadas para a campanha Outubro Rosa, que beneficiou 40 mulheres. Já no Novembro Azul, foram 21 pacientes operados. A unidade também fez mais de 120 cirurgias urológicas neste ano.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

CONTINUE LENDO SOBRE