ACIDENTE

Prateleira desmorona em depósito de supermercado no SIA; ninguém se feriu

Bombeiros atenderam a ocorrência, por volta das 17h40 deste sábado (12/12), com 26 militares e um cão de busca e resgate de vítimas. Defesa Civil avaliará o local

Correio Braziliense
postado em 12/12/2020 23:25 / atualizado em 12/12/2020 23:26
Depósito fica no Setor de Indústria e Abastecimento (SIA) e pertence ao grupo Pão de Açúcar -  (crédito: CBMDF/Divulgação)
Depósito fica no Setor de Indústria e Abastecimento (SIA) e pertence ao grupo Pão de Açúcar - (crédito: CBMDF/Divulgação)

Um desabamento em um supermercado, por volta das 17h40 deste sábado (12/12), mobilizou 26 militares do Corpo de Bombeiros do Distrito Federal. O acidente aconteceu no depósito de um estabelecimento, na Cidade do Automóvel. Algumas prateleiras cederam, de acordo com a corporação, mas ninguém ficou ferido.

O depósito fica no Setor de Indústria e Abastecimento (SIA) e pertence ao grupo Pão de Açúcar. Um cão de busca e resgate de vítimas atuou na operação, mas, após conferência dos funcionários, constatou-se que nenhum integrante da equipe do depósito estava desaparecido ou precisou de atendimento hospitalar.

O trabalho dos bombeiros durou três horas e terminou com a constatação de apenas danos materiais. Os bombeiros informaram que acionou a Defesa Civil, para fazer uma avaliação do local e descobrir a dinâmica do acidente.

Desabamento no Maranhão

Em 2 de outubro, gôndolas de um mercado atacadista do Grupo Mateus desmoronaram em efeito dominó na cidade de São Luís (MA). Uma pessoa morreu após o desabamento, e oito ficaram feridas. No dia seguinte, o Ministério Público do Trabalho no estado (MPT-MA) informou que abriria inquérito para apurar o caso. 

O acidente com as gôndolas, de cerca de 10 metros de altura, aconteceu por volta das 20h, quando o supermercado estava em pleno funcionamento. Cinco prateleiras caíram sobre clientes e funcionários, em efeito dominó. As buscas por vítimas duraram 11 horas e envolveram mais de 144 bombeiros militares e 131 bombeiros civis.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

CONTINUE LENDO SOBRE