Comércio

Dia das Mães: Sindivarejista-DF projeta crescimento de até 4% nas vendas

Estimativa inicial do Sindicato do Comércio Varejista do DF era de 2% de alta nos presentes. Aumento do horário de funcionamento do setor é a principal influência nos números

Pedro Marra
postado em 05/05/2021 16:19
Gasto médio por consumidor com presentes deve ser de R$ 160 neste ano contra R$ 90 de 2020. -  (crédito: Marcelo Ferreira/CB/D.A Press)
Gasto médio por consumidor com presentes deve ser de R$ 160 neste ano contra R$ 90 de 2020. - (crédito: Marcelo Ferreira/CB/D.A Press)

O comércio do Distrito Federal deve ter um crescimento médio de até 4% nas vendas para este o Dia das Mães (9/5) deste ano. É o que estipula o Sindicato do Comércio Varejista do DF (Sindivarejista), que projetou uma estimativa inicial de 2% de alta nos presentes.

O argumento é de que muitas lojas de shoppings estão com maior fluxo de consumidores depois que, na última segunda-feira (3/5), o governo do DF alterou o funcionamento desses estabelecimentos para o período das 10h às 22h. Antes, as portas ficavam abertas das 13h às 21h. “Foi uma medida acertada e que poderá trazer bons resultados para os empresários”, afirma o presidente do Sindivarejista, Edson de Castro.

Segundo o órgão, o gasto médio por consumidor com presentes deve ficar R$ 160 neste ano, contra R$ 90 do ano passado. Os presentes mais procurados são roupas, perfumes, calçados e objetos para o lar. O sindicato lembra que nessa mesma data comemorativa, em 2020, as vendas caíram 41% em todo o país por força dos primeiros efeitos negativos da pandemia sobre a economia brasileira.

A empresária Cristiane Moura, dona de quatro lojas e de uma fábrica de roupas femininas no Distrito Federal, está mais otimista. “Aprendemos muito com o lockdown que prejudicou o comércio no Dia das Mães do ano passado. Investimos em novas coleções e estreitamos os contatos com nossa clientela. Por isso, estamos prevendo aumento de até 20% no faturamento do setor de moda feminina”, explicou ela.

*Com informações do Sindivarejista

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

CONTINUE LENDO SOBRE