Vacinação

Ibaneis planeja imunizar professores com chegada de novas doses

Anúncio foi feito na manhã desta quarta-feira (12/5), durante a entrega do Complexo Viário Governador Roriz

Ana Maria da Silva
postado em 12/05/2021 12:40
Para dar sequência à vacinação de professores, Ibaneis Rocha aguarda a chegada de novas doses da vacina -  (crédito: Ana Maria da Silva/CB)
Para dar sequência à vacinação de professores, Ibaneis Rocha aguarda a chegada de novas doses da vacina - (crédito: Ana Maria da Silva/CB)

O governador do Distrito Federal, Ibaneis Rocha (MDB), confirmou que pretende ampliar a vacinação para professores e rodoviários. Conforme antecipado pelo Correio, o acréscimo do grupo será possível com a chegada de novas doses de vacinas contra covid-19. O comunicado ocorreu durante a entrega do Complexo Viário Governador Roriz, na manhã desta quarta-feira (12/5).

De acordo com Ibaneis, o cronograma para vacinação está sendo organizado com outras pastas. “A nossa expectativa é de que, com a chegada de novas doses, comecemos a vacinar professores e, logo em seguida, também os rodoviários. Esse programa está sendo elaborado junto à Secretaria de Educação e à Secretaria de Saúde para que, com a chegada das próximas doses, a gente já comece a imunizar os professores”, afirmou.

O objetivo do GDF é retomar as aulas presenciais nas escolas da rede pública de ensino no segundo semestre, conforme explicou o chefe do executivo. ”Queremos voltar às aulas a partir do mês de julho, logo depois do recesso, e, para isso, precisamos ter os professores imunizados”, pontuou.

Fases

Como o DF depende do envio de doses do Ministério da Saúde, não há uma data para o início da vacinação para os novos grupos. Por ora, o GDF está vacinando pessoas com comorbidades, além dos demais públicos já contemplados. Nesta terça-feira (11/5), a capital atingiu a marca de 532.323 pessoas que receberam a primeira dose (D1) dos imunizantes e 283.561, com o reforço.

Entre as categorias que estão sendo imunizadas, apenas os profissionais da saúde estavam previstos no Plano Distrital de Vacinação da Secretaria de Saúde, o que havia sido estimado em 101 mil pessoas. Até o fechamento desta edição, 135.113 receberam a primeira dose e 100.948, o reforço. A previsão inicial considerava apenas aqueles que atuam na linha de frente do combate à covid-19, por isso a disparidade entre o público esperado e o vacinado.

Os profissionais da segurança pública foram incluídos ao longo da campanha. Dos 16.300 vacinados, 5.488 receberam a D2. Essa categoria não estava prevista no plano Distrital de Vacinação, mas foi incluída depois, por determinação do governador do DF e do Ministério da Saúde.

Além dos profissionais de saúde, 96.166 idosos com 75 anos foram vacinados e ultrapassaram a previsão inicial, que era de 80,9 mil indivíduos. Segundo a pasta, isso ocorreu devido à vacinação de moradores de outros estados no DF. Já o grupo de 60 a 74, composto por 265,2 mil pessoas, tem 241.009 vacinados com a D1.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

CONTINUE LENDO SOBRE