Crime

PM usa roupas de mulher sequestrada no DF para localizá-la; esposo e filhos foram assassinados

Utilizando a técnica mantrailing — do inglês busca humana, em tradução livre —, cães farejadores da corporação são capazes de distinguir e perseguir um odor específico a partir de peças de roupa, por exemplo

Darcianne Diogo
postado em 09/06/2021 19:38 / atualizado em 09/06/2021 22:41
 (crédito: Darcianne Diogo)
(crédito: Darcianne Diogo)

Policiais militares recolheram duas peças de roupas da empresária Cleonice Marques, 43 anos, sequestrada na madrugada desta quarta-feira (9/6), como método de rastreio para cães farejadores da corporação. A partir do cheiro das peças, os cachorros podem localizar vestígios que cheguem até a mulher. O esposo dela, Cláudio Vidal de Oliveira, 48, e os dois filhos do casal, Carlos Eduardo Marques Vidal, 15, e Gustavo Marques Vidal, 21, foram assassinados dentro de casa, em Ceilândia Norte. O suspeito teve a foto divulgada pela Polícia Civil e encontra-se foragido.

Desde às 2h20, horário exato da ocorrência, as forças de segurança do DF mobilizaram uma força tarefa para encontrar Cleonice. Lázaro Barbosa de Sousa é o principal suspeito de cometer o triplo homicídio e sequestrar empresária. Impressões digitais dele foram encontradas em parte da janela da casa, o que comprovou a autoria. "Estamos buscando qualquer vestígio, que possa nos levar ao encontro da vítima. Temos a equipe de aviação, o Bope, Batalhão de Ceilândia e outras forças", frisou o major e comandante do Batalhão Rural, Adauton Santana.

Durante a tarde, houve um intenso movimento das polícias Militar, Civil e Rodoviária Federal no local do crime. Policiais rodoviários federais utilizam drones em um matagal próximo a região, pois há a suspeita de que o criminoso tenha fugido por dentro do mato. Familiares entregaram à polícia duas peças de roupas de Cleonice. O objetivo é aplicar a técnica mantrailing — do inglês busca humana, em tradução livre — baseada na habilidade do cão em distinguir e perseguir um odor específico, apresentado ao animal a partir de peças de roupa, joias e calçados usados, por exemplo.

Suspeito

Policiais estão nas ruas em busca de Lázaro Sousa, o principal suspeito do triplo homicídio e sequestro. O homem acumula uma extensa ficha criminal, com passagens por homicídio, roubo e estupro.

Em 17 de maio, Lázaro cometeu um crime parecido em uma chácara ao lado onde mora a família Vidal. Na ocasião, o acusado invadiu a residência, amarrou as vítimas e as ameaçou com revólver e faca. "Ele colocou todos pelados e chegou a obrigar as mulheres a fazer comida e a lhe servir", detalhou o delegado-chefe da 24ª Delegacia de Polícia (Setor O), Raphael Seixas.

Pouco antes disso, em 26 de abril, Lázaro teria abordado uma mulher no meio da rua, a roubado e a estuprado. O caso é investigado pela Delegacia Especializada de Atendimento à Mulher (Deam). Contra ele, há um mandado de prisão expedido pela Justiça da Bahia por homicídio qualificado e dois mandados condenatórios por roubo qualificado cometidos no DF.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

CONTINUE LENDO SOBRE