Imunização

Covid-19: GDF envia ao STJ pedido de 292 mil vacinas extras

O pedido em mandado de segurança foi enviado pela Procuradoria-Geral do DF nesta quinta-feira (22/7) e cita a vacinação de pessoas de outros estados como um dos motivos do requerimento

Samara Schwingel
postado em 22/07/2021 16:54 / atualizado em 22/07/2021 16:54
GDF diz que as projeções do Ministério da Saúde estão equivocadas -
GDF diz que as projeções do Ministério da Saúde estão equivocadas -

O Governo do Distrito Federal acionou o Superior Tribunal de Justiça (STJ) com um pedido liminar para que o ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, seja obrigado a enviar à capital federal 292.055 doses extras de vacinas contra a covid-19. O mandado de segurança foi protocolado nesta quinta-feira (22/7).
O documento, obtido pelo Correio, detalha que os envios de doses feitos pelo Ministério da Saúde não consideram a aplicação em moradores do Entorno do DF. “O que se tem verificado é que a autoridade coatora tem feito projeções equivocadas frente à real necessidade da população do Distrito Federal”, diz o texto.

Para exemplificar o ponto de vista do Executivo local, a PGDF demonstra o déficit de vacinas que se observou em cada grupo contemplado pela campanha na capital. Para idosos acima de 80 anos, o órgão afirma que faltaram 11.344 doses, pois o DF recebeu 42.390 doses e aplicou 53.734. Para forças de segurança, foram recebidas 6.753 doses, sendo que o grupo é composto por 31,8 mil pessoas.

Somando todas as doses que faltaram, o GDF afirma que o ministro precisa mandar 292 mil doses extras a fim de repor as que foram subdimensionadas pela pasta federal. Nesta quarta-feira (21/7), o secretário-chefe da Casa Civil, Gustavo Rocha, anunciou que o governo iria oficiar a União na Justiça, apesar de o envio de 250 mil doses extras ter sido acordado em reunião tripartite.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

CONTINUE LENDO SOBRE