PANDEMIA

DF recebe 68,9 mil doses de vacinas; 43 mil devem atender 35 anos ou mais

Os imunizantes contra a covid-19 foram entregues na manhã desta terça-feira (27/7). Ampliação da faixa etária está prevista para quinta-feira (29/7)

Alexandre de Paula
Samara Schwingel
postado em 27/07/2021 11:56 / atualizado em 27/07/2021 12:31
 (crédito: Bárbara Cabral/Esp. CB/D.A Press)
(crédito: Bárbara Cabral/Esp. CB/D.A Press)

O Distrito Federal recebeu, na manhã desta terça-feira (27/7), mais 68,9 mil doses de vacinas contra a covid-19. Foram entregues 55.800 da CoronaVac, que devem ser divididas pela metade para primeira e segunda dose. Outras 13.100 da AstraZeneca para foram recebidas para a segunda dose. 

Além das 27,9 mil da CoronaVac para a primeira dose, segundo o informe técnico do Ministério da Saúde, o DF ainda deve receber mais 30,4 mil doses de Pfizer. Assim, na quinta-feira (29/7), o GDF vai destinar 43.110 doses para abrir a vacinação para pessoas de 35 anos ou mais. Não será necessário agendamento prévio. Como no mutirão do último fim de semana, a Secretaria de Saúde vai abrir 100 postos de atendimento para aplicar as vacinas da nova remessa.

Das 43 mil doses, mil serão destinadas à aplicação do reforço em grávidas. Até segunda-feira (26/7), o DF tinha 1,2 milhão de pessoas vacinadas com a primeira dose e 465,5 mil com o reforço. Além delas, 50.853 receberam o imunizante de dose única.

Intervalo menor

Nessa segunda-feira (26/7), o secretário-chefe da Casa Civil, Gustavo Rocha, anunciou que, a partir desta terça-feira (27/7), mais de 6 mil profissionais de educação vacinados com a AstraZeneca entre 21 de maio e 2 de junho poderão antecipar a segunda dose. Eles não serão reconvocados. Basta comparecer aos postos de atendimento e apresentar documento de identificação com foto, crachá e cartão de vacinação.

Quem não conseguir ir aos pontos de vacinação hoje poderá se imunizar nos próximos dias. O chefe da Casa Civil também informou que haverá repescagem para 1,9 mil profissionais de educação que, por algum motivo, não receberam qualquer dose. O chamamento será de quinta-feira a sábado (29 a 31/7). É necessário que o nome do servidor público conste em lista divulgada pela Secretaria de Educação. O funcionário deverá comparecer ao ponto de atendimento indicado no documento, com crachá e cartão de vacinação.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

CONTINUE LENDO SOBRE