Incêndio

Fumaça faz bombeiros voltarem a supermercado do DF que pegou fogo

Bombeiros descartam risco de reignição do fogo no supermercado, mas alertam para o risco de desabamento. Defesa Civil deve avaliar o local na noite deste sábado (14/8), ou domingo (15/8) cedo

Correio Braziliense
postado em 14/08/2021 14:10 / atualizado em 14/08/2021 14:25
 (crédito: CBMDF/Divulgação)
(crédito: CBMDF/Divulgação)

Uma equipe do Corpo de Bombeiros teve que voltar ao supermercado Supercei, no Colorado, na manhã deste sábado (14/8), para resfriar a estrutura parcialmente destruída pelo incêndio de sexta-feira (13/8). Quando as chamas começaram, havia funcionários e clientes na loja, mas ninguém ficou ferido, pois, o alarme tocou e os trabalhadores evacuaram o prédio rapidamente

Por volta das 7h de hoje, 10 bombeiros militares reiniciaram os protocolos da chamada operação de rescaldo, movimentando os entulhos e jogando água nos pontos quentes. No entanto, eles não puderam entrar no local porque, segundo informaram, há o risco de desabamento. Com isso, a equipe trabalha do lado de fora. Sem poder revirar os restos de combustão que ainda produzem fumaça, dificultando a chegada da água até o ponto quente.

Apesar das dificuldades pela falta de acesso, os bombeiros descartam a possibilidade de reignição e proliferação do incêndio, uma vez que “os pontos quentes encontram-se isolados em área já consumida pelo incêndio''.

Interdição

A Defesa Civil interditou o prédio preventivamente. Uma equipe esteve ontem à noite no supermercado, mas não pode entrar. E como ainda hoje há focos de fumaça, a Secretaria de Segurança Pública do DF, por meio da Defesa Civil informou que "tão logo o CBMDF (Corpo de Bombeiros) autorize e libere a área, a Defesa Civil fará a avaliação". Isso deve acontecer hoje à noite ou amanhã (15/8) cedo. 

A reportagem também ligou no telefone celular divulgado pelo supermercado atingido pelas chamas, mas, em todas tentativas, uma gravação informa não ser possível completar a chamada. O espaço segue aberto para manifestação da empresa. 

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

CONTINUE LENDO SOBRE