CRIMES

'Vovô do tráfico' é preso ao tentar fugir da polícia com pedras de crack no DF

Ao avistar policiais, homem de 59 anos fugiu e tentou se livrar de pote com 17 pedras de crack. Além dele, investigadores prenderam jovem de 24 anos com R$ 60 mil em entorpecentes, no Guará 2

Darcianne Diogo
postado em 19/08/2021 00:31 / atualizado em 19/08/2021 00:34
Policiais da 19ª DP (P Norte) efetuaram prisão em flagrante -  (crédito: PCDF/Divulgação)
Policiais da 19ª DP (P Norte) efetuaram prisão em flagrante - (crédito: PCDF/Divulgação)

Um homem de 59 anos, conhecido como Vovô do Tráfico, foi preso nessa quarta-feira (18/8), enquanto tentava fugir com diversas pedras de crack. Investigadores da 19ª Delegacia de Polícia (P Norte) detiveram o suspeito durante uma ação de combate a esse tipo de crime. No Guará 2, um jovem de 24 foi encontrado com R$ 60 mil em entorpecentes.

O delegado-adjunto da 19ª DP, Thiago Peralva, contou que, ao avistar a equipe de policiais, o suspeito correu para um terreno na região. Durante a fuga, o homem tentou se livrar de um pote com 17 pedras de crack, arremessando-o para o lote vizinho.

Na casa do suspeito, os policias encontraram mais drogas. "Apreendemos várias pedras de crack, porções de maconha, facas sujas de material entorpecente, material para embala, R$ 956 e um celular", detalhou o investigador. A polícia também apreendeu o veículo do suspeito, pois os agentes haviam achado mais oito pedras de crack no automóvel.

Drogas de alto custo

 

  • Estima-se que todos os entorpecentes apreendidos valem cerca de R$ 60 mil
    Entorpecentes encontrados em apartamento no Guará 2 PCDF/Divulgação

Um jovem de 24 anos também foi preso em flagrante por tráfico, nessa quarta-feira (18/8). Com ele, policiais civis encontraram diversas porções de drogas, avaliadas em mais de R$ 60 mil. O suspeito, mais conhecido como Mohamed, estava no Guará 2 e foi indiciado pelo crime. Se condenado, a pena varia de cinco a 15 anos de prisão.

O acusado era investigado pela 4ª DP (Guará) havia cerca de dois meses. Os policiais descobriram que ele vendia as drogas no próprio apartamento, no Conjunto F da QE 40, Conjunto F. O endereço era apontado como ponto de tráfico em diversas denúncias anônimas recebidas pelos agentes.

Com base nessas informações, os investigadores cumpriram um mandado de busca e apreensão expedido pela 3ª Vara de Entorpecentes de Brasília. No apartamento, apreenderam diversas porções de maconha, variedades especiais de drogas de alto custo, além de R$ 5 mil e acessórios para embalagem das porções

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

CONTINUE LENDO SOBRE