Tráfico de drogas

PCDF encontra laboratório no Gama com cerca de 520 pés de maconha

Dois homens foram presos durante a operação. A associação criminosa era voltada ao tráfico de drogas e tinha uma estufa com alta complexidade para o cultivo da droga

Edis Henrique Peres
postado em 17/08/2021 10:07 / atualizado em 17/08/2021 10:10
A 20ª DP deflagrou a operação que resultou no flagrante -  (crédito: Joel Figueiredo Thé/Esp. CB/D.A Press - 9/4/10)
A 20ª DP deflagrou a operação que resultou no flagrante - (crédito: Joel Figueiredo Thé/Esp. CB/D.A Press - 9/4/10)

A Polícia Civil do Distrito Federal (PCDF) prendeu, em flagrante, dois moradores do Gama, na segunda-feira (16/8), por tráfico de drogas. Os suspeitos utilizavam um imóvel, localizado na zona rural da região administrativa, para plantar e cultivar maconha em uma estufa de alta complexidade com ventilação e iluminação artificiais. No laboratório, a Polícia apreendeu cerca de 520 pés da droga cultivados em três estufas diferentes.

Deflagrada pela 20ª Delegacia de Polícia (DP), a operação Casa Grande atua com o objetivo de reprimir o tráfico de drogas. As investigações dos policiais começaram depois de uma denúncia anônima. A PCDF identificou os suspeitos e passou a monitorá-los.

Os dois homens presos em flagrante foram autuados pela prática dos crimes de tráfico de entorpecentes e associação para o tráfico. Na casa do chefe da associação, a PCDF apreendeu R$ 155 mil em dinheiro e cerca de um quilo de haxixe, além de 300 gramas de skunk, drogas com maior concentração de THC (Tetrahidrocanabinol) que possuem um elevado valor econômico.

Além disso, a polícia também apreendeu um carro e um livro escrito na língua inglesa ensinando técnicas avançadas de cultivo da maconha, duas balanças de precisão e um caderno de contabilidade do grupo criminoso. Segundo as anotações, eles faturaram R$ 2 milhões com o plantio da droga.

Os presos foram levados para a prisão da PCDF e ficarão à disposição do Poder Judiciário.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

CONTINUE LENDO SOBRE