Pandemia

Covid-19: três indígenas testam positivo em acampamento na Esplanada

Segundo representantes do GDF, os infectados foram conduzidos a abrigos para observação. Indígenas protestam contra políticas federais para demarcação de terras

Samara Schwingel
postado em 26/08/2021 16:58 / atualizado em 26/08/2021 17:05
 (crédito: Rodrigo Nunes/Esp.CB)
(crédito: Rodrigo Nunes/Esp.CB)

Três indígenas que estavam no acampamento instalado na Esplanada dos Ministérios, em Brasília, testaram positivo para covid-19. A informação foi divulgada pelo secretário-chefe da Casa Civil, Gustavo Rocha, em coletiva nesta quinta-feira (26/8). 

Segundo Rocha, os pacientes foram levados à casas abrigo para observação e recuperação. "A Secretaria de Saúde se importa com a saúde desses manifestantes e instalou um ponto para apoio próximo ao acampamento", disse. 

Seis mil indígenas de mais de 170 povos protestam em Brasília contra o marco temporal. Os grupos ocuparam a Esplanada dos Ministérios e estão acampados no local desde o final de semana. Todas as pistas, sentido Congresso Nacional, foram interditadas por cerca de uma hora e os indígenas caminharam até a Praça dos Três Poderes, onde pararam em frente ao Palácio do Planalto. Eles também seguem em vigília com velas acesas em frente ao Supremo Tribunal Federal (STF).

O movimento, chamado "Luta pela Vida", terá atividades até, pelo menos, este sábado (28/8). Organizado pela Articulação dos Povos Indígenas do Brasil (Apib), o movimento promoverá atos contra chamada "agenda anti-indígena que está em curso no no Congresso Nacional e no Governo Federal".

 

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

CONTINUE LENDO SOBRE