Tráfico de drogas

Homem é preso em Taguatinga após guardar porções de drogas em lixeira

Homem de 22 anos armazenava porções de drogas em uma lixeira, na Colônia Agrícola Samambaia, em Taguatinga. Policiais da 38ª DP (Vicente Pires) apuraram até dívida com agiota

Pedro Marra
postado em 06/10/2021 14:18 / atualizado em 06/10/2021 14:21
 (crédito: Sarah Peres/CB/D.A Press)
(crédito: Sarah Peres/CB/D.A Press)

A Polícia Civil do Distrito Federal (PCDF) prendeu em flagrante, na tarde de terça-feira (5/10), um homem, 22 anos, que armazenava porções de drogas em uma lixeira. Policiais da 38ª DP (Vicente Pires) concluíram a Operação Garbage (Operação Lixo, em português). A prisão ocorreu em uma chácara da Colônia Agrícola Samambaia, após os investigadores receberem uma denúncia anônima sobre onde ficava o ponto de venda.

Durante monitoramento da região na tarde dessa terça-feira (5/10), os policiais flagraram o momento em que um usuário, 44 anos, se aproximou do autor para adquirir uma porção de maconha. Após pegar o dinheiro, o traficante foi até uma lixeira próxima, apanhou a porção do ilícito e a entregou ao comprador.

Em seguida, os policiais abordaram os autores, e o usuário confessou a aquisição ilícita. Ele informou que havia pagado R$ 10 ao traficante. Em revista pessoal, os agentes encontraram com o autor outra porção de maconha, que estava embalada, além de R$ 257 em espécie.

No interrogatório, o autor negou ter realizado a venda de drogas ao usuário, mas afirmou que havia pagado fiado, com um conhecido, 50g de maconha para revender, pois tinha dívidas com agiotas.

Contudo, o rapaz usou toda a droga adquirida, e passou a dever não apenas aos agiotas, mas também o indivíduo que havia lhe fornecido os entorpecentes. Aos policias, ele ainda contou que, diante das dívidas contraídas, tem recebido ameaças de morte direcionadas a ele e a familiares.

 

Diante do flagrante, o homem foi autuado pelo crime de tráfico de drogas, sujeito a uma pena que pode chegar a 15 anos de prisão. Após a lavratura da prisão, ele foi recolhido à carceragem da Divisão de Controle e Custódia de Presos (DCCP), da Polícia Civil, onde permanecerá à disposição da justiça.

O usuário foi autuado em flagrante pelo crime de posse de drogas para consumo pessoal e foi liberado após assinar o termo de compromisso de comparecimento em juízo.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

CONTINUE LENDO SOBRE