CB Saúde

'Não é o momento de desobrigar máscaras em locais fechados', diz médico

Leandro Machado foi o entrevistado do CB Saúde desta quinta-feira (4/11). Para ele, com a diminuição do uso de máscaras, há mais riscos de contaminação e de surgimento de variantes

Samara Schwingel
postado em 04/11/2021 14:42
 (crédito: Marcelo Ferreira/CB)
(crédito: Marcelo Ferreira/CB)

Desde quarta-feira (3/11), os moradores do Distrito Federal podem retirar as máscaras faciais em ambientes abertos. Além disso, o GDF já manifestou a intenção de avaliar a desobrigação do uso do item em locais fechados. Porém, para o infectologista Leandro Machado, ainda não é o momento de abandonar a obrigatoriedade do item de proteção. Em entrevista ao CB Saúde, programa do Correio Braziliense em parceria com a TV Brasília, desta quinta-feira (4/11), ele afirmou que, com a diminuição do uso de máscaras, há mais riscos de contaminação e do surgimento de variantes. 

"Se eu diminuo o número de pessoas com máscaras e o distanciamento social, eu vou ter novas pessoas se infectando, mesmo vacinadas. Com isso, aumento a chance de variantes", comentou o infectologista, em entrevista conduzida pela jornalista Carmen Souza. Ele explicou que o papel da máscara é proteção pessoal e comunitária. "O ideal é ter 1,5m ou 2m de distanciamento. Se você ver que não é possível manter essa distância no ambiente, mesmo que aberto, use sua máscara". 

Além disso, Leandro afirmou que o mal uso e o pouco cuidado com o item podem causar infecções pela covid-19. "Uma máscara suja ou molhada perde o fator de proteção. Por isso, cuide da sua máscara", disse. Ele ainda disse que as PFF2 são as melhores máscaras do mercado. "Tenha várias e varie o uso", completou. 

"O que vai fazer eu usar máscara e me vacinar é a vontade de me proteger", disse. Durante a entrevista, o médico afirmou que as vacinas previnem contra casos graves da covid-19, mas lembrou que, mesmo os imunizados podem contrair e transmitir a doença.

Confira a entrevista na íntegra:

 

Ouça o podcast da entrevista:

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

CONTINUE LENDO SOBRE