Crime

Na Feira do Guará, um homem morre após levar um soco e cair no chão

Inconsciente, Ricardo Menezes Silva, 40 anos, sofreu parada cardiorrespiratória após atingido por um soco e cair durante a discussão

Ana Maria Pol
postado em 06/11/2021 17:19 / atualizado em 06/11/2021 17:20
 (crédito: Amaro Junior/CB/D.A Press)
(crédito: Amaro Junior/CB/D.A Press)

Um homem de 40 anos morreu após ser atingido por soco no rosto e cair durante uma briga na Feira do Guará, em frente à área dos quiosques. Segundo a Polícia Militar do Distrito Federal (PMDF), o crime aconteceu por volta das 11h30, neste sábado (6/11), e o acusado foi preso. A 4ª Delegacia de Polícia  (Guará) investiga o crime.

O motivo da briga ainda não foi divulgado. De acordo com a PMDF, a informação é que houve um desentendimento entre os envolvidos, que chegaram a vias de fato. Conforme divulgado pelo Corpo de Bombeiros Militar do DF (CBMDF), testemunhas relataram que a vítima, Ricardo Menezes Silva, sofreu uma queda e ficou desacordado.

Ao chegarem no local, a equipe de socorro encontrou Ricardo inconsciente, em parada cardiorrespiratória (PCR). “Rapidamente, ele foi atendido pela equipe de socorro, que realizou os procedimentos do protocolo de ressuscitação cardiopulmonar (RCP)”, informou a corporação. Após 40 minutos de manobras, na tentativa de restabelecer os sinais vitais, Ricardo morreu.

Violência

Em 21 de outubro, o entregador por aplicativo Carlos Alberto Barbosa Rocha, 21 anos, morreu após uma briga de trânsito na BR-040. De acordo com a delegada-chefe da 33ª Delegacia de Polícia (Santa Maria), o motorista do veículo que atingiu Carlos teria jogado o carro na motocicleta durante uma discussão entre os dois. O condutor que ocasionou o acidente está preso preventivamente pelo crime de homicídio doloso — quando há intenção de matar.

Seis dias depois, a PCDF prendeu dois suspeitos de agredirem um morador de rua durante a madrugada no Setor Esportivo de Clubes Sul, próximo à Associação dos Delegados de Polícia (Adepol). O crime teria acontecido por volta das 3h da manhã. O morador de rua dormia embaixo de dois prédios comerciais quando foi abordado, por outras três pessoas em situação de rua, e foi agredido até a morte.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

CONTINUE LENDO SOBRE