Golpe

Hospital da Criança alerta sobre falso processo seletivo em mensagens

Textos de SMS dizem sobre uma seleção e trabalho na unidade de saúde, com possível contratação ao pagamento de taxas. Hospital da Criança alerta para falsa proposta

Correio Braziliense
postado em 24/12/2021 16:39
Especialistas alertam para a necessidade de estar sempre desconfiado de situações inusitadas e de denunciar os crimes a fim de apoiar o combate -  (crédito: (foto: Marcello Casal Jr./Agência Brasil))
Especialistas alertam para a necessidade de estar sempre desconfiado de situações inusitadas e de denunciar os crimes a fim de apoiar o combate - (crédito: (foto: Marcello Casal Jr./Agência Brasil))

O Hospital da Criança de Brasília (HCB) alerta para um falso processo seletivo enviado por meio de mensagens de SMS, em nome da instituição. Os textos dizem sobre uma seleção e trabalho na unidade de saúde, com possível contratação ao pagamento de taxas.

Em comunicado, o HCB esclarece que as mensagens não têm qualquer relação com o hospital, e que trata-se de uma tentativa de golpe. "A instituição não condiciona a contratação de nenhum profissional ao pagamento de taxas e não utiliza SMS como canal de comunicação dos seus processos seletivos", diz o hospital, em nota.

As inscrições para vagas de trabalho na instituição é feita, exclusivamente, pelo site do Hospital da Criança de Brasília, no endereço: www.hcb.org.br.

Aumento de crimes

O Distrito Federal registrou aumento de mais de 200% nos crimes praticados pela internet durante a pandemia da covid-19. No primeiro semestre de 2021, foram 6.545 ocorrências, contra 1.827 no mesmo período de 2019. Em 2020, os números foram ainda maiores: 8.169 registros de golpes digitais nos seis primeiros meses do ano.

Os dados são da Secretaria de Segurança Pública do DF (SSP-DF). Para especialistas, a crise sanitária acelerou transações no ambiente virtual e, consequentemente, os golpes.

Segundo a Polícia Civil do Distrito Federa (PCDF), os criminosos costumam utilizar redes sociais ou plataformas de venda para aplicarem os golpes, seja se passando por alguém, seja prometendo falsas promoções. Vítimas relatam que a forma de contato é aprimorada. Especialistas alertam para a necessidade de estar sempre desconfiado de situações inusitadas e de denunciar os crimes a fim de apoiar o combate.

Como denunciar

Telefone: 197 ou (61) 3207-4892
WhatsApp: (61) 9 8626-1197
Registrar ocorrência on-line: www.delegaciaeletronica.pcdf.df.gov.br 

Com informações da Secretaria de Saúde do DF*

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

CONTINUE LENDO SOBRE