CHAPADA DOS VEADEIROS

Cratera na GO-118 não afeta acesso de brasilienses a Alto Paraíso e São Jorge

Buraco está no trajeto entre Alto Paraíso, Teresina e Cavalcante. Caminho de Brasília a demais locais como São João d'Aliança, Alto Paraíso e São Jorge segue sem incidentes. GO-118, interditada no sábado (25/12), foi liberada neste domingo (26/12)

Ana Isabel Mansur
postado em 26/12/2021 15:28
 (crédito: Arquivo pessoal)
(crédito: Arquivo pessoal)

A enorme cratera que consumiu metade de uma das faixas da GO-118 não afeta o acesso de turistas vindos da região de Brasília a boa parte dos locais da Chapada dos Veadeiros. Partindo da capital federal, destinos goianos como Alto Paraíso, São Jorge, São João d'Aliança e Colinas do Sul estão com o trajeto livre de incidentes.

O trecho da rodovia foi liberado para o trânsito de veículos leves na tarde deste domingo (26/12). O local havia sido fechado por conta do buraco, de cerca de 30m de comprimento, no sábado (25/12). A interdição impossibilitava o percurso de Alto Paraíso a Teresina e Cavalcante.

A cratera se abriu próximo à fazenda Quali Peixe, a 25km de Teresina, município distante 60km de Alto Paraíso e 22km de Cavalcante. O percurso de Brasília até Alto Paraíso abarca as rodovias BR-020 e BR-010. Para ir de Alto Paraíso à vila de São Jorge, o viajante precisa percorrer a GO-239.

A mesma via deve ser atravessada para chegar a Colinas do Sul, distante 35km de São Jorge. A cratera também não afeta o caminho entre Brasília e São João d'Aliança, embora o percurso envolva a GO-118. O buraco está localizado no outro sentido, rumo Cavalcante e Teresina.

 

Cratera GO-118, Chapada dos Veadeiros
Cratera GO-118, Chapada dos Veadeiros (foto: Editoria de Arte/CB/DA Press)

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

CONTINUE LENDO SOBRE