TRÂNSITO /

Acidentes com mortes da DF-128 alcançam mesmo número de todo ano de 2021

Com três acidentes ocorridos neste ano, via que fica entre a BR-020 e Planaltina de Goiás teve três ocorrências com mortes, mesma média de todo ano de 2021. Duplicação da via é reivindicada como solução

Pedro Marra
postado em 09/04/2022 06:00
 (crédito: CBMDF/Divulgação)
(crédito: CBMDF/Divulgação)

Com pouco mais de três meses transcorridos em 2022, o número de acidentes com mortes na DF-128 se iguala às ocorrências do ano passado, conforme levantamento feito em reportagens do Correio e o comparativo dos registros de 2021, disponíveis no site do Departamento Nacional de Trânsito do Distrito Federal (Detran-DF), que traz a evolução de acidentes de trânsito por vias. De acordo com o órgão de fiscalização, apenas um caso foi contabilizado até março deste ano, entretanto, de janeiro para cá, foram três ocorrências noticiadas.

A triste marca foi alcançada após uma nova colisão, ontem, envolvendo um caminhão VW/11.180 Prime de cor branca, conduzido por um homem de 40 anos, e um carro Renault Symbol de cor cinza. A batida frontal, no km 9, vitimou quatro pessoas de uma mesma família, dois adultos e duas crianças. Até o fechamento desta edição as identidades não haviam sido reveladas.

Em comunicado à imprensa, o oficial de informações públicas do Corpo de Bombeiros Militar do DF (CBMDF), capitão Fábio Bohle, acrescentou que o motorista do caminhão não sofreu ferimentos após o choque, tendo apenas escoriações, sem necessidade de atendimento hospitalar. Esse foi o segundo acidente grave em menos de 24 horas no Entorno do DF.

Na mesma via, uma mulher de 41 anos, que dirigia um VW Fox vermelho, morreu, na quarta-feira, após batida frontal com um Ford Focus preto. Quatro pessoas ficaram feridas e precisaram ser levadas ao Hospital Regional de Planaltina (HRP), sendo que um dos feridos veio a óbito. Os bombeiros informaram que os carros seguiam em sentidos contrários. Com a força do impacto, o Fox vermelho parou no canteiro lateral.

No outro automóvel, as vítimas eram o motorista de 58 anos, um idoso, identificado como João Barbosa da Silva, 92, e dois adultos, com 40 e 53 anos. O condutor foi atendido e transportado pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu), consciente. O idoso João Barbosa foi levado para o Hospital Regional de Planaltina, mas não resistiu aos ferimentos e morreu.

O passageiro de 40 anos sofreu um corte no queixo e escoriações nas mãos. De acordo com os bombeiros, ele andava pela cena — consciente, orientado e estável — quando o socorro chegou. O outro ocupante era uma mulher que estava com suspeita de hemorragia interna e se queixava de fortes dores na região abdominal. Ela foi atendida e transportada pelo CBMDF ao HRP, consciente, desorientada e instável.

Dor da perda

Cristiano Barbosa Neto, 44, é neto do idoso que morreu no acidente. Caminhoneiro de transporte de cargas pelo país, ele critica a violência no trânsito da região. "É uma via muito perigosa, conheço há mais ou menos 18 anos. Já vi muitos acidentes gerados por ultrapassagem." O avô de Cristiano chegou a ficar preso às ferragens do carro. Cristiano afirma que o idoso era morador da cidade goiana, e costumava ir de carro ao DF com a tia para fazer exames de rotina no Instituto Hospital de Base de Brasília (IHBB).

"Normalmente, iam duas a três vezes por mês, mas nessa última foi em um horário de fluxo baixo, infelizmente, com uma fatalidade", lamenta Cristiano, que acredita que a duplicação da DF-128 é necessária para evitar mais acidentes por ultrapassagem. "Fica essa guerra de estados, porque aquela via é uma parte de Goiás e uma outra do DF, em que ninguém toma as dores das vítimas para ter uma solução, que é só a duplicação da pista e os governos se unirem", sugere o caminhoneiro.

Ele deu entrevista à reportagem na entrada do Complexo da Polícia Civil do DF, onde aguardava o corpo do avô sair do Instituto de Medicina Legal (IML) para que a funerária pudesse fazer os preparativos para o velório e sepultamento a partir das 10h de hoje, no Cemitério de Planaltina.

O professor de medicina legal da UnB, e ex-diretor do Instituto Médico Legal (IML), Malthus Galvão pondera que é preciso fazer uma análise do trânsito antes de pensar na duplicação da via. "Temos que levar em conta a importância socioeconômica da via, mas é preciso vontade política neste momento", esclarece o especialista.

A demarcação na pista é outro fator importante que costuma ser desrespeitado, na visão de Malthus. "Tenho a convicção de que a engenharia do trânsito do Detran e DER-DF avaliam que há faixas que podem ser contínuas e outras intermitentes, mas nem sempre as pessoas cumprem", avalia. O médico legista destaca que os erros humanos vão acontecer no trânsito, o que é inevitável, assim como as falhas mecânicas, mas ele também defende que há formas de minimizar os problemas. "É possível fazer um desenho do trânsito com uma fluidez necessária com um planejamento adequado", conclui Malthus.

 

  • Equipe do Corpo de Bombeiros Militar do DF atende a colisão entre carro e caminhão, na DF-128, que vitimou quatro pessoas
DATA: 8 de abril de 2022
    Equipe do Corpo de Bombeiros Militar do DF atende a colisão entre carro e caminhão, na DF-128, que vitimou quatro pessoas DATA: 8 de abril de 2022 Foto: CBMDF/Divulgação
  • Caminhoneiro Cristiano Barbosa, 44, neto do idoso que morreu no acidente na DF-128, em 6 de abril de 2021
    Caminhoneiro Cristiano Barbosa, 44, neto do idoso que morreu no acidente na DF-128, em 6 de abril de 2021 Foto: Pedro Marra/CB/D.A. Press
  • Caminhoneiro Cristiano Barbosa, 44, neto do idoso que morreu no acidente na DF-128, em 6 de abril de 2021
    Caminhoneiro Cristiano Barbosa, 44, neto do idoso que morreu no acidente na DF-128, em 6 de abril de 2021 Foto: Pedro Marra/CB/D.A. Press
  • O caminhoneiro Cristiano Barbosa, 44, perdeu o avô de 92, na última quarta-feira
    O caminhoneiro Cristiano Barbosa, 44, perdeu o avô de 92, na última quarta-feira Foto: Pedro Marra/CB/D.A. Press
  • Motociclista morre em colisão entre moto e caminhão, no km 14 da DF-128, sentido Planaltina (GO)
DATA: 14 de janeiro de 2022
    Motociclista morre em colisão entre moto e caminhão, no km 14 da DF-128, sentido Planaltina (GO) DATA: 14 de janeiro de 2022 Foto: CBMDF/Divulgação
  • Motociclista, de 29 anos, morre na DF-128 após colidir com carro em 4 de dezembro de 2021
DATA: 4 de dezembro de 2021
    Motociclista, de 29 anos, morre na DF-128 após colidir com carro em 4 de dezembro de 2021 DATA: 4 de dezembro de 2021 Foto: CBMDF/Divulgação
  • Um dos veículos ocupou uma faixa de rolamento da via e o outro parou no canteiro lateral
DATA: 6 de abril de 2021
    Um dos veículos ocupou uma faixa de rolamento da via e o outro parou no canteiro lateral DATA: 6 de abril de 2021 Foto: CBMDF/Divulgação
Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

CONTINUE LENDO SOBRE