Violência

Gabriel Luiz: Veja um dos acusados de esfaquear o jornalista

Segundo a polícia, José Felipe Leite Tunholi teria pensado em fugir para Paracatu depois de ver a repercussão do caso

Darcianne Diogo
postado em 15/04/2022 20:51 / atualizado em 15/04/2022 20:52
 (crédito: Reprodução/ redes sociais)
(crédito: Reprodução/ redes sociais)

O segundo suspeito a ser preso na tentativa de latrocínio do jornalista da TV Globo Gabriel Luiz, 28 anos, é José Felipe Leite Tunholi, 19, detido no começo da noite desta sexta-feira (15/4) pela Polícia Civil do Distrito Federal (PCDF). O crime ocorreu na noite desta quinta-feira (14/4), no Sudoeste.

Poucas horas antes, investigadores da 3ª Delegacia de Polícia (Cruzeiro) já haviam apreendido o primeiro envolvido, um adolescente, de 17 anos. Em depoimento, o menor confessou que segurou o jornalista para o comparsa desferir os golpes de faca. Ele foi conduzido à Delegacia da Criança e Adolescente (DCA 1), da Asa Norte.

Na noite desta sexta-feira, os policiais apresentaram José Felipe na delegacia. O Correio apurou que, quando adolescente, o criminoso foi apreendido por posse de arma branca. "Ele estava com 550 euros, que ele disse que pegou da mãe, e estava se deslocando para a região de Paracatu (MG), quando conseguimos interceptá-lo e realizar a prisão”, afirmou o delegado à frente das investigações, Douglas Fernandes, adjunto da 3ª DP.

Ainda de acordo com o investigador, os dois envolvidos não acumulam passagens e afirmaram que a motivação seria porque teriam consumido muitas drogas e combinado de cometer um assalto no Sudoeste.

Relembre o caso
O editor do telejornal DFTV Gabriel Luiz, 28 anos, foi esfaqueado, na noite dessa quinta-feira (14/4), em frente ao Pão de Açúcar do Sudoeste. O caso ocorreu por volta das 23h, quando ele retornava para casa.

Em nota, o Corpo de Bombeiros Militar do Distrito Federal (CBMDF) detalhou que, ao chegar ao local, Gabriel estava debaixo de uma marquise, tentando conter o sangramento das perfurações no abdômen, no pescoço e na perna esquerda.

Na tarde desta sexta-feira (15/4), Gabriel foi encaminhado do Instituto Hospital de Base de Brasília(IHBB)a um hospital particular do Lago Sul, onde segue em estado grave, mas consciente e estável.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

CONTINUE LENDO SOBRE